Centro de dados deverá ganhar um segundo prédio em breve

No final deste ano, o quarto centro de dados do Facebook ficou online. Chamado de Altoona, o data center se junta aos já existentes em Prineville, no Oregon, Forest City, na Carolina do Norte, e Lulea, na Suécia. Segundo postagem de Brice Towns, gerente do data center de Altoona, o centro é hoje um dos pilares da infraestrutura que permite que o Facebook chegue aos seus usuários todos os dias.

Segundo Towns, Altoona é o data center mais rapidamente construído pelo Facebook e esse sucesso se deve ao povo de Iowa, estado norte-americano em que o local foi construído. Foram 950 mil horas de trabalho para colocar de pé o primeiro edifício do data center, com 476 mil metros quadrados. Agora, 450 pessoas, sendo 80% da região, trabalham a todo o vapor para terminar o segundo prédio.

Em seu post, o executivo do Facebook diz que se orgulha de ter construído um dos centros de dados mais avançadas, eficientes e sustentáveis do planeta. Tal como os outros data centers do Facebook, Altoona é resfriado 100% pelo ar exterior graças ao projeto aberto de redesenho dos centro de dados do Facebook chamado Open Compute Project .

LEIA TAMBÉM: Saiba como evitar os chatos no Facebook

Altoona é também o primeiro centro de dados a tirar proveito da inovadora malha de rede do Facebook, e a ser alimentado por energia 100% renovável graças ao novo projeto de energia eólica feito em parceria com a MidAmerican Energy e desenvolvido próximo de Wellsburg, também no Iowa. Além de trazer mais empregos e investimentos para a área, Wellsburg adiciona 140 MW de energia renovável à rede em Iowa – mais do que o centro de dados vai exigir no futuro previsível.

    Leia tudo sobre: facebook
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.