Em página recém-criada no Facebook, empresa chinesa confirma que está chegando ao Brasil neste ano

Reprodução
"Põe mais água no feijão que já estamos chegando" diz o perfil da Xiaomi no Facebook. É oficial

Na noite desta sexta-feira (6), em uma página recém-criada no Facebook , a chinesa Xiaomi, ou Mi Brasil, anunciou sua chegada oficial ao País. Os rumores de que a empresa tinha planos de expansão e que eles incluíam o Brasil começaram a se intensificar no final do ano passado. 

A postagem na rede social mostra apenas uma mão de pelúcia (seria Mi bunny, o coelho mascote da Xiaomi?), segurando um passaporte chinês e um cartão de embarque cujo destino é o Brasil. Outra imagem, que estampa a capa da página no Facebook diz: "Sempre acredite que algo algo maravilhoso está prestes a acontecer".

SAIBA MAIS:  "Apple da China", Xiaomi está a caminho do Brasil; conheça a empresa

A Xiaomi estabeleceu escritório no Brasil há alguns meses, na região da Vila Olímpia, em São Paulo, mas a operação da empresa ainda está sendo estruturada. Em dezembro, a Anatel aprovou o primeiro aparelho da fabricante . O certificado de homologação se refere ao modelo 2014715, número usado para identificar o smartphone Note 4G.  No certificado do Note 4G, a empresa é identificada como Xiaomi do Brasil Tecnologia Ltda. 

LEIA MAIS:  Facebook estudou investimento na Xiaomi, a "Apple da China"



Com apenas quatro anos de existência, a Xiaomi se tornou recentemente a terceira maior fabricante de smartphones do mundo , graças à seu excelente desempenho em seu país natal. Na China, a Xiaomi é conhecida por fabricar aparelhos com excelente configuração vendidos a preços baixos. A empresa tem ainda algumas estratégias similares às da Apple, como lojas com visual simples e lançamento de poucos produtos por ano.

À frente da estratégia de expansão da Xiaomi está o brasileiro Hugo Barra. Antes de ir para a Xiaomi, Barra foi executivo do Google durante cinco anos e, na época da contratação, chefiava a divisão de produtos Android da empresa. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.