Sul-coreana também mostrou seu novo relógio inteligente, o LG Watch Urbane, que conta uma versão 4G

Primeira entre as grandes fabricantes a reunir a imprensa e mostrar suas novidades para a Mobile World Congress, MWC 2015 , a LG anunciou neste domingo (1) quatro novos smartphones intermediários, dois deles com a tela curvada. Até então, essa era uma característica exclusiva do smartphone top de linha da empresa, o  G Flex 2, anunciado na CES 2015 , e de seu antecessor. Segundo Bárbara Toscano, gerente de Marketing da LG, os aparelhos começam a chegar no Brasil já em março com valores que variam de R$ 499 e R$ 999. No evento, também foram apresentadas as duas versões do relógio inteligente LG Watch Urbane, uma delas com 4G (LTE) .

VEJA TAMBÉM:  Acompanhe a cobertura do iG do MWC 2015

O primeiro dos aparelhos curvados é o LG Spirit, com tela HD de 5 polegadas, que no Brasil chegará com o nome de Volt, seguido do LG Magna, com tela de 4.7 polegadas, que no Brasil chamará Prime Plus. Ambos possuem tela curva IPS de 3000 R, mais sutil do que a curvatura da linha Flex.

Também fazem parte das novidades da MWC 2015 o LG Leon, de tela de 4.5 polegadas, e o LG Joy, com tela de 4 polegadas. Esses dois últimos, no entanto, possuem apenas a traseira levemente curvada. Além disso, o Smart Button, botão traseiro de liga e desliga, entre outras funções, está presente quase todos os aparelhos, menos no Joy.

Todos os smartphones rodam Android 5.0 Lollipop, são dual SIM, e terão versões compatíveis com as redes 4G e 3G. Os três primeiros possuem quatro opções de cores: dourado, branco, azul marinho e titânio, enquanto o Joy chega apenas em branco e azul e somente 3G, com ou sem TV Digital.

O LG Magna, que no Brasil chamará Prime Plus, tem tela de 5 polegadas, câmera frontal de 5 megapixels, processador quad-core de 1.2 GHz e câmera traseira de 8 megapixels. A bateria de 2.540 mAh é removível. Além disso, o aparelho conta com 1 GB de memória RAM e 8 GB de memória interna, provalmente expansível.

Já o Spirit, que nacionalmente será chamado de Volt, de 4.7 polegadas, tem câmera frontal de 1 megapixels, traseira de 5 ou 8 megapixels, processador quad-core de 1.2 GHz. A bateria de 2.100 mAh também é removível.

Anunciados, o Leon e Joy não estavam disponíveis para demonstrações no evento. 

TV digital é característica importante

Segundo Marcel Inhauser, especialista de produto, embora não essencial, a TV digital é uma característica importante para o mercado brasileiro, e é por isso que os aparelhos chegarão com versão 3G e TV Digital. De acordo com Bárbara, os novos aparelhos intermediários da LG procurar justamente atender a demanda de mercados com o brasileiro, já em amadurecimento. "O cliente quer um aparelho mais premium pelo qual ele possa pagar", explica.

Diferentemente de outros smartphones apresentados recentemente como intermediários, os quatro novos aparelhos da LG devem custar menos de R$ 1.000.

Interface remodelada e mais sensibilidade

Os novos smartphones da LG possuem também uma nova tecnologia, chamada In-cell, que distribui melhor os sensores que percebem o movimento na tela e que, segundo Inhauser, entrega maior fluidez ao usuário. É uma tela com mais sensibilidade.

A interface da LG para o Android também recebeu melhorias e, segundo Inhauser, está mais limpa e com muito menos aplicativos embargados. "A ideia é não ocupar espaço do aparelho com apps, deixando a personalização por conta do usuário".

Watch Urbane LTE é mostrado no MWC 2015
Reprodução
Watch Urbane LTE é mostrado no MWC 2015

Relógios inteligentes que parecem relógios tradicionais

Diferente de alguns concorrentes, que tentam inovar no design de seus smartwatches e distanciá-los da imagem tradicional que se tem de um relógio, a LG segue fazendo acessórios inteligentes que parecem com relógios tradicionais.

Pelo menos por fora, pois, por dentro, o LG Watch Urbane se assemelha mais com um smartphone, especialmente em se tratando da versão 4G do relógio inteligente.

O suporte para 4G significa que o relógio pode se comunicar com a internet em alta velocidade, dispensando o celular.  O Watch Urbane LTE tem design parecido com o do Watch Urbane, também de metal. Diferentemente do Watch Urbane, no entanto, o LTE não usa o sistema Android Wear, do Google.

O relógio com 4G da LG usa um sistema próprio, chamado de LG Wearable Platform. O sistema foi desenvolvido a partir do WebOS, software usado pela LG em suas TVs. Por enquanto, a empresa se limita a dizer que é um projeto em desenvolvimento.

A jornalista viajou a Barcelona a convite da LG.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.