Anunciado na CES 2015, aparelho curvado chega em breve ao País com produção nacional

No MWC 2015 , a sul-coreana LG optou por anunciar seus smartphones intermediários ao invés de mostrar, por exemplo, a quarta versão do seu principal aparelho, o G4, ainda sem previsão de lançamento. A estratégia parece acertada uma vez que o LG G Flex 2, lançado na CES 2015, em janeiro, continua atraíndo a atenção de quem passa pelo estande da empresa na feira de Barcelona, na Espanha.

LEIA MAIS:  LG anuncia smartphones intermediários curvados na MWC 2015

O preço será anunciado no dia 12 de março, durante o LG Digital Experience. Por enquanto, só a versão titânio 4G está confirmada para o Brasil. Os produtos serão produzidos no Brasil. 

O aparelho que ficou conhecido pelo seu design ergonômico, graças a sua tela curvada, está um pouco menor que seu antecessor: a tela é de 5,5 polegadas em vez as 6 polegadas como no primeiro G Flex. Além disso, O G Flex 2 tem display OLED Full HD, outra melhoria em relação ao seu antecessor.

De acordo com Marcel Inhauser, especialista de produto, o G Flex 2 tem quatro curvaturas, a principal delas no eixo longitudinal, com 700 R, cerca de 23º. A mudança nas polegas atrelada a curvatura deixaram o aparelho mais fácil de encaixar no rosto, na mão, e também a diminuir a incidência de reflexos na tela. A digitação também está mais confortável nesta versão.

Rodando Android 5.0 Lollipop com uma interface bem menos modificada do que anteriormente, o smartphone carrega um processador octacore com arquitetura 64 bit da Qualcomm, o Snapdragon 810, com 2 GB de memória RAM, dependendo da versão. No Brasil, a versão a ser lançada terá 16 GB de armazenamento interno, mais um cartão microSD de 16 GB na caixa, além de uma conta permanente de 50 GB no Box, serviço de armazenamento na nuvem.

Já as câmeras são as mesmas da versão anterior: 2,1 megapixels na frontal e 13,1 megapixels na traseira, mas houve uma melhora no estabilizador óptico. Além disso, o aparelho traz o mesmo Laser de auto foco do LG G3 e funcionalidades atividas por gestos como o Quick Selfie. Uma novidade em termos de software é o Selfie View: com o programa de câmera aberto, basta o usuário descer o aparelho para ver a selfie recém feita.

O botão na parte traseira do smartphone também está mais discreto e bonito que na primeira versão e virou marca registrada na empresa. O LG Magna, o Spirit e o Leon também possuem o botão traseiro. A bateria também evoluiu: com 3.000 mAh ela agora possui a funcionalidade de carregamento rápido: 50% em menos de 40 minutos.

*A jornalista viajou a Barcelona a convite da LG.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.