LG Watch Urbane 4G funciona de forma independente

A cada feira que passa, o mercado de relógios inteligentes ganha mais adeptos. Nesta MWC 2015 , os lançamentos não foram numerosos, mas pontuais. A proximidade do l ançamento do Apple Watch, marcado para dia 9 de março , talvez explique a ausência de mais novidades em Barcelona, na Espanha. Além da Huawei, que estreiou neste segmento com o belíssimo Huawei Watch, leve e com tela redonda, a LG também aproveitou o evento para mostrar suas mais recente incursão, o LG Watch Urbane 4G.

LEIA MAIS:  Sony nega saída do mercado de smartphones e mostra novidades

Além da conectividade, o dispositivo vestível chama a atenção por trazer um novo sistema, chamado de LG Wearable Platform, desenvolvido pela própria empresa com base no WebOS, o software que roda em suas TVs. Por fora, ele é mais sisudo que o LG Watch Urbane sem LTE, que inclusive possui moldura de metal prateado ou dourado e roda Android Wear. Enquanto a pulseira do Urbane normal é de couro, a da versão LTE é de borracha, e cinza. Ambos os aparelhos não tem previsão de chegada no Brasil, mas reforçam a vontade da LG de liderar neste mercado cada vez mais concorrido em termos de produtos, mas ainda não em termos de usuários.

 O LG Watch Urbane 4G tem tela sensível ao toque P-OLED de 1,3 polegadas, bateria de 700mAh, processador Snapdragon 400 de 1.2 GHz da Qualcomm, 1 GB de RAM e 4G de memória interna. Além disso, o aparelho possui vários sensores, como monitor cardíaco, que transformam o aparelho em um completo monitor de atividades físicas e da saúde do usuário como um todo.

O LG Watch Urbano LTE também inclui recursos especiais para golfistas, ciclistas e corredores, além de IP67, certificação contra poeira e impermeabilização a qual permite que o relógio seja submerso em até um metro de água por 30 minutos.

LG Wearable Platform é ousadia bem-vinda

Como era de se esperar, a LG Wearable Platform possui vários recursos inspirados no sistema do Google, o Android Wear, encontrado em outros relógios da sul-coreana e na versão sem 4G do Urbane. O comando de voz é um bom exemplo. A usabilidade também é parecida: basta deslizar para cima, para baixo e para os lados para navegar entre os sistemas. O layout talvez seja o principal diferencial, além dos três botões físicos que possuem funções bem definidas. 

O botão superior acessa o menu chamado de Ajuste Rápido, onde o usuário verifica e ajusta as definições de utilização da bateria, brilho, volume e conexão. Além de 4G, o relógio possui Wi-Fi. O botão principal central alterna entre a face de relógio e lista de aplicativos instalados. Já o botão inferior funciona como uma espécie de "Voltar" quando pressionado rapidamente, ou como um botão de segurança quando pressionando por mais tempo. Nesse segundo caso o relógio disca automaticamente para um número pr´-configurado que envia as coordenadas de localização do usuário em apuros. 

Na plataforma própria da LG, cada aplicativo e recurso é representado por um ícone circular. Na tela, eles formam uma espécie de fila que gira em espiral conforme o usuário percorre pelas opções existentes. Também é possível ordená-los em lista se o usuário assim quiser.

Um recurso interessante do LG Watch Urbane e que funciona via rede 4G é o rádio comunicador. Pelo relógio, o usuário pode se comunicar com outro contato que também tem um exemplar do dispositivo vestível ou ainda um smartphone e com ele falar como um rádio, e até compartilhar a sua localização. Tal qual o Gear S, da Samsung , o LG Watch Urbane 4G foi desenvolvido para funcionar separadamente do smartphone, embora possa ser pareado com qualquer aparelho Android. Por esse motivo, o relógio traz consigo NFC. Em seu estande, a LG demonstrou inclusive uma solução de pagamento móvel com a qual o relógio funcionaria chamado CashBee. 

*A jornalista viajou a Barcelona a convite da LG.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.