Linha de notebooks da empresa recebeu atualizações importantes e novas opções de cores como dourado e cinza, além do tradicional prata. Novo padrão USB-C é destaque

Phil Schiller, vice-presidente de Marketing da Apple, mostra as novidades do MacBook durante evento realizado nesta segunda-feira (9) em São Francisco, Califórnia
AP Photo/Eric Risberg
Phil Schiller, vice-presidente de Marketing da Apple, mostra as novidades do MacBook durante evento realizado nesta segunda-feira (9) em São Francisco, Califórnia

Em seu tradicional evento de primavera, realizado nesta segunda-feira (9) em São Francisco, na Califórnia, a Apple anunciou uma série de novidades para sua linha de notebooks. Desta vez, a atenção esteve voltada para o MacBook, a começar pelo seu design. Com tela de 12 polegadas, a nova versão do MacBook será vendida em três cores: prata, cinza espacial, cor herdada do iPad, e em dourado, tom similar ao utilizado nos novos iPhones. Segundo a própria Apple, o aparelho é 24% mais fino do que o MacBook Air de 11 polegadas, e pesa menos de um quilo: apenas 900 gramas. 

LEIA MAIS:  Apple Watch chega às lojas em abril em três versões

Dentre as mudanças apresentadas está o novo teclado do MacBook. Graças a um mecanismo chamado de "borboleta" pela empresa, as teclas estão mais estáveis e precisas, resultando em um teclado 40% mais fino. De acordo com a Apple, cada tecla está quatro vezes mais firme e com uma área 17% maior do que nas versões anteriores. Além disso, há uma luz LED por trás de cada tecla, para facilitar a digitação no escuro. 

A tecnologia de tela, chamada de Retina, também foi melhorada para essa nova linha de MacBooks. Com isso, o display vai gastar 30% menos energia do que nas versões anteriores do notebook. 

O painel de toque que faz as vezes de mouse no notebook também recebeu melhorias. Chamado de Force Touch, o trackpad do MacBook possui quatro sensores de força nas bordas que percebem a pressão que o usuário faz em cada parte do painel. Ou seja, o notebook será capaz de entender quando o usuário está tocando no equipamento para acender sua tela ou para efetivamente abrir uma janela. Além disso, o usuário poderá configurar esse painel de toque para que uma determinada pressão signifique uma ação.

Com um processador Intel Core M que funciona com apenas 5 watts e está inserido em uma placa 67% menor do que a do MacBook Air, o MacBook tem também mais bateria. Segundo a Apple, o equipamento conta com várias células de baterias espalhadas pelos espaços vagos do aparelho que, juntas, serão capazes de fazer o equipamento rodar nove horas de navegação e até dez horas de vídeos no iTunes. 

Por fim, vale dizer que a Apple ousou a lançar o primeiro MacBook com USB-C, um novo padrão de conectividade que funciona como entrada de energia, de transferência de dados, DisplayPort, HDMI e VGA. 

Uma versão com processador Intel Core M de 1.1 GHz, 8 GB de memória RAM e 256 GB de memória interna será vendido por US$ 1.299, cerca de R$ 4.030. Já a versão com processador de 1.2 GHz e 512 GB de memória custará US$ 1.599, próximo de R$ 5.000. Os aparelhos chegam no dia 10 de abril às lojas da Apple.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.