Anunciado na CES 2015, aparelho é uma das apostas da empresa para crescer no mercado em que ocupa a 2ª posição

Na CES, maior feira de eletrônicos do mundo, realizada anualmente em Las Vegas, ninguém esperava por um grande anúncio de smartphone. O evento é tão diversificado que a maioria dos fabricantes opta por lançar aparelhos naquela que é a mais segmentada das feiras, a Mobile World Congress. Mas, neste ano, a LG resolveu ousar: aproveitou a oportunidade para ser a única entre as grandes a anunciar um smartphone e, ainda por cima, um topo de linha, o LG G Flex 2.

LEIA MAIS:  LG anuncia smartphones intermediários curvados na MWC 2015

Anunciado em Las Vegas e mostrado em Barcelona com previsão de chegada às lojas brasileiras na primeira quinzena de abril, o G Flex 2 tem preço sugerido de R$ 3.299, valor bastante acima do preço que o primeiro G Flex chegou ao Brasil: R$ 2.400. Aparentemente, ultrapassar a casa dos três mil reais também não estava nos planos da LG, que ocupa a segunda posição no mercado nacional, com destaque entre os aparelhos premium.

Os primeiros valores impressos em materiais da empresa variavam entre R$ 2.699 e R$ 2.899. Marcel Inhauser, especialista de celular da LG, não esconde que a alteração é consequência da recente alta do dólar. "Estamos tentando ao máximo não transferir para o consumidor, mas algumas alterações são inevitáveis. No entanto, vale destacar que esse é o preço sugerido hoje, sujeito a variação, também para baixo", explicou.

Segundo o executivo, o LG G Flex 2 é um produto tão premium quanto o LG G3, que deve ter sua quarta versão revelada em breve. A principal diferença é que o Flex é um produto mais conceito, mas não no sentido de protótipo, mas que reúne as mais recentes inovações da LG, enquando o G3 tem um posicionamento diferente.

G Flex 2 acerta com Android menos modificado

Evolução do primeiro aparelho com a tela curvada do mercado, o G Flex 2 chegou a sua segunda versão com muitas melhorias, várias que inclusive justificam seu preço de topo de linha. Aprimoramentos esses que, segundo a própria LG, foram feitos a partir da opinião de seus clientes, como o tamanho da tela, por exemplo.

Com uma tela menor que a versão anterior, de 5.5 polegadas OLED e com resolução Full HD, o G Flex 2 chegou em janeiro como o aparelho com melhor processador, um Snapdragon 810 da Qualcomm de oito núcleos, ou seja, octa core, e tecnologia 64-bit. Além disso, o smartphone traz uma unidade gráfica Adreno 430 GPU que, aliada ao processador, promete entregar um alto desempenho gráfico, isto é, no consumo de jogos e de vídeos especialmente. A bateria é de 3.000 mAh, com duração média de um dia.

A câmera frontal é de dois megapixels, enquanto a traseira é de 13 megapixels, e contra com flash de LED duplo e foco automático a Laser que torna muito mais rápido o auto-foco do dispositivo. O aparelho também possui o já característico Smart Button da LG, que reúne na traseira todos os botões físicos do G Flex 2. O aparelho que tem 2 GB de memória RAM possui 16 GB de armazenamento interno e mais um cartão micro SD de 16 GB que já virá na caixa. Sua memória é expansível para até 128 GB com cartão.

Outro destaque do LG G Glex 2 é a versão do Android. O aparelho já chegará ao consumidor com o Lollipop, a quinta versão, instalada, e com bem menos modificações do que em aparelhos anteriores da LG. De fato, são poucos os aplicativos da LG pré-instalados no smartphone e poucas as modificações na interface. No LG G Flex 2 o Android, que está muito mais bonito, aparece e contribui para o design do aparelho como um todo.

Ainda em se tratando de recursos de software, a LG aprimorou as notificações e criou o Quick View, o qual o usuário acessa deslizando o dedo do início da tela para o meio. Nesta parte irão aparecer mensagens nas redes sociais, e-mails, e outros alertas. Outra novidade é o Selfie View: logo após tirar uma foto com a câmera frontal, basta abaixar o aparelho que a imagem recém feita aparecerá na tela. O recurso de usar a mão para disparar a câmera também está presente e agora com um alcance maior, de 1,5 metros, "perfeito para ser usado com o selfie stick", explicou Bárbara Toscano, gerente geral da LG, se referindo à febre do bastão ou "pau de selfie".

Inicialmente, o dispositivo chegará na cor prata, mas o belo vermelho flamingo já está confirmado para chegar no Brasil em breve. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.