O Tidal existe oficialmente desde outubro, mas foi comprado recentemente pelo rapper

BBC

O cantor Jay-Z lançou, ao lado de outros músicos, um serviço internacional de streaming de música para competir com empresas como Spotify e Deezer.
Getty Images/BBC
O cantor Jay-Z lançou, ao lado de outros músicos, um serviço internacional de streaming de música para competir com empresas como Spotify e Deezer.

O cantor Jay-Z lançou, ao lado de outros músicos, um serviço internacional de streaming de música para competir com empresas como Spotify e Deezer.

LEIA MAIS:  Jay-Z e panelinha pop lançam serviço para artistas faturarem mais

Após episódio com Taylor Swift, Bono defende streaming de música e o Spotify

Em evento em Nova York, artistas como Madonna, Beyoncé e Kanye West anunciaram que se tornaram coproprietários do Tidal.

O serviço existe oficialmente desde outubro, mas foi comprado recentemente por Jay-Z.

A cantora Alicia Keys, que falou em nome dos artistas, disse que o objetivo é "preservar a importância da música nas nossas vidas".

Os artistas serão os proprietários majoritários do Tidal, um fato simbólico em uma indústria em que os músicos geralmente têm pouco controle sobre a distribuição e o consumo de sua música.

No entanto, críticos afirmam que o novo serviço serve apenas para deixar artistas já ricos mais ricos ainda.

Por enquanto, o Tidal tem 25 milhões de canções, contra as cerca de 30 milhões oferecidas por alguns concorrentes.

A assinatura básica do serviço custará US$ 9,99 por mês, mas há também um plano de "alta fidelidade" por US$ 19,99 que oferece uma qualidade melhor de som.

Jay-Z lança serviço de streaming de música para enfrentar Spotify


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.