Brasil fechou 2014 na 4ª colocação entre os maiores mercados do mundo, atrás da China, Estados Unidos e Índia

Na contramão dos mercados de tablets, PCs e impressoras, o de smartphones encerrou 2014 de forma positiva, com recorde de vendas no último trimestre segundo estudo recente da IDC, Mobile Phone Tracker Q4. De acordo com o levantamento, foram vendidos cerca de 54.5 milhões de smartphones no ano, alta de 55% na comparação com 2013, quando 35.2 milhões de aparelhos foram comercializados no País.

LEIA MAIS:  Moto G foi o smartphone mais vendido de 2014 no Brasil

IMAGENS: Veja alguns aparelhos que estão no mercado brasileiro:


Segundo Leonardo Munin, analista de pesquisas da IDC Brasil, levando em conta as outras categorias de dispositivos, o mercado de smartphones foi o único que apresentou um resultado positivo: 104 smartphones vendidos por minuto. Para Munin, se não fosse a Copa do Mundo, o Carnaval fora de época, as eleições e a alta do dólar, o desempenho teria sido ainda melhor.

O estudo mostra também que, somando a categoria de featured phones, o mercado de celulares encerrou 2014 em alta de 7%, com um total de 70.3 milhões de aparelhos comercializados. Isso fez com que o País fechasse 2014 na 4ª colocação entre os maiores mercados do mundo, atrás da China, Estados Unidos e Índia. 

Segundo Munin, o estudo da IDC mostrou também uma mudança de comportamento do consumidor. “O brasileiro é muito sensível a preço, mas em smartphones tem avaliado melhor a questão do custo-benefício. E como tem a facilidade de crédito e parcelamento oferecidoa pelo varejo, em vez de comprar um celular de entrada tem optado cada vez mais por um intermediário, contribuindo não só para o aumento das vendas mas também para o aumento do ticket médio”, disse o analista.

Munin destacou também a questão das marcas: "O Brasil é um país emergente, mas no mercado de smartphones tem tido desempenho e comportamento de país desenvolvido". Isso porque, 95% do mercado está concentrado em seis grandes marcas, algo que não acontece em outros países emergentes. Esse é um fato curioso e mostra que o brasileiro valoriza muito a marca. O nosso mercado está consolidado na mão dos grandes players e tanto fabricantes nacionais quanto os estrangeiros que estão chegando agora tem um grande desafio para se estabelecerem por aqui”, afirma Munin.

O Brasil teve recorde de vendas de smartphones no 4º trimestre de 2014. Foram 16.2 milhões de celulares inteligentes vendidos, alta de 43% e 14% na comparação com 4º trimestre de 2013 e 3º trimestre de 2014, respectivamente. Para o analista, a Black Friday foi o principal responsável pelo desempenho. “Na comparação 2013 x 2014, as vendas na data aumentaram em mais de 600%”.

4G e projeções para 2015

O estudo IDC Mobile Phone Tracker Q4 aponta também que 15% dos aparelhos vendidos em 2014 têm acesso a 4G. Para 2015, a IDC Brasil espera que o número suba e fique entre 30% e 35%. Apesar do dólar alto e da conjuntura econômica, a IDC Brasil espera 16% de crescimento do mercado de smartphones, com a venda de cerca de 63.3 milhões de aparelhos em 2015.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.