App gratuito de gestão financeira e fiscal está disponível para aparelhos que rodam Android, iOS e Windows Phone

Qipu é um aplicativo de gestão financeira e fiscal para quem é MEI, Microempreendedor individual. Gratuito, está disponível para Android, iOS e Windows Phone
Divulgação
Qipu é um aplicativo de gestão financeira e fiscal para quem é MEI, Microempreendedor individual. Gratuito, está disponível para Android, iOS e Windows Phone

Os cinco milhões de microempreendedores individuais (MEI) do Brasil ganharam nesta segunda-feira (13) um importante aliado. Trata-se do Qipu, um aplicativo gratuito e disponível para as principais plataformas, Android (acima da versão 2.3), iOS (somente 8, por enquanto) e Windows Phone, que promete ajudar o usuário a fazer a gestão financeira e fiscal do seu negócio.

O aplicativo possui inclusive uma versão web em  app.qipu.com.br .

Os dados colocados no app ficaram armazenados na nuvem para que o usuário possa acessá-los de qualquer computador, tablet ou smartphone.

LEIA MAIS:  Sebrae promove evento para estimular empreendedorismo individual

Para usar o aplicativo é preciso ter em mãos o número do CNPJ, logo após de se cadastrar. O acesso ao app pode ser feito com o usuário e senha do Facebook ou do Google. Dentre os principais recursos do Qipu estão as notificações inteligentes que lembram o usuário de fazer o pagamento do Documento de Arrecadação do Simples Nacional (DAS), da entrega da declaração anual e dos benefícios previdenciários adquiridos, além do gerenciamento de toda a movimentação financeira do negócio. Pelo aplicativo, é possível lançar as receitas e despesas, fotografar comprovantes e emitir notas fiscais.

Segundo Luiz Barreto, presidente do Sebrae, o microempreendedor individual é um indivíduo já acostumado aos aplicativos de relacionamento, mas não aos de gestão. O lançamento do app vem ao encontro dessa necessidade de capacitação e gerenciamento que o MEI tem e, nesse sentido, uma solução para smartphone é essencial, uma vez que grande parte trabalha sozinho e tem pouco tempo para se dedicar à gestão.

O uso de dispositivos móveis por quem é MEI vem crescendo ano a ano segundo dados do próprio Sebrae. De 2013 a março de 2015, o número de matrículas em cursos SEI pela internet e por mensagens SMS foi de 151.8 mil para 346.5 mil pela internet, e de 19.4 mil para 41.5 mil por SMS em março de 2015. 

Romero Rodrigues, CEO da Buscapé, contou que o desenvolvimento do aplicativo foi local, isto é, no Brasil, e que em breve os MEI que desenvolvem atividade de comércio poderão listar seus produtos em destaque no aplicativo do Buscapé. Para dar uma ideia da importância da versão mobile, Rodrigues contou que hoje 46% dos acessos ao site do Buscapé são feitos por dispositivos móveis. O executivo também explicou que o nome Qipu é uma referência aos Incas, um dos primeiros povos a desenvolver um mecanismo inteligente de gestão.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.