Segunda geração do smartphone da Asus, o ZenFone 2 chega até setembro posicionado como o topo de linha da empresa

Anunciado na CES 2015, maior feira de eletrônicos do mundo, realizada anulamente em janeiro, em Las Vegas, nos Estados Unidos , o ZenFone 2 deve ser a próxima grande atração da Asus para o Brasil. Com lançamento previsto para "até setembro", o smartphone vai chegar posicionado como o topo de linha da empresa taiwanesa, mas distante de aparelhos como os iPhones 6 ou os novos Galaxys S6 da Samsung no que diz respeito a preço. Marcel Campos, diretor de Marketing da Asus já deixou claro que pretende incluir o produto na MP do Bem, logo, para isso, o celular precisa ser vendido a menos de R$ 1.500. Mas, afinal, o que tem essa nova geração de ZenFone?

TESTE:  Com preço atrativo e boa configuração, Zenfone 5 é rival de peso para Moto G

Design 

A primeira novidade é o tamanho da tela, que parece ser o mais novo padrão da indústria: 5,5 polegadas, entre o ZenFone 5 e o ZenFone 6 mais precisamente. O tamanho, de fato, agrada uma vez que cabe até em mãos menores, como costumam ser as femininas. Além disso, o ZenFone 2 faz referência ao belíssimo design Zen da Asus que tanto faz sucesso em seus notebooks: isto é, seus círculos concêntricos e o acabamento em aço escovado. 

Uma novidade importante em termos de design é que o ZenFone 2 possui os botões na traseira do aparelho, ao invés das laterais como antes. A mudança não é só de design, mas de ergonomia. No passado, a LG, que também adotou essa solução, já explicava que a novidade era fruto de pesquisas feitas com os usuários e que os botões na traseira era mais confortáveis, especialmente em telas grandes, e mais seguros, isto é, evitando que o usuário deixasse o aparelho escorregar. Nos testes feitos pelo iG com aparelhos da LG os botões se mostraram de fato mais ergonômicos, mas exigem prática.

Vale mencionar as cores em que o ZenFone 2 pode chegar ao Brasil: Preto Ósmio, Dourado Acetinado, Cinza Glacial, Vermelho Glamour, Branco Cerâmico. Por fim, é importante dizer que o aparelho é bastante fino e leve: 3.9 mm de espessura e apenas 170 gramas de peso.

Tela

A tela é Full HD  IPS com uma densidade de pixels de 403 ppi. As bordas laterais tem apenas 3.3 mm e ocupa 72% do espaço frontal do aparelho, com revestimento em Corning Gorilla Glass 3. De acordo com a Asus, o produto tem ainda revestimento contra impressões digitais que reduz a fricção entre os dedos e a tela em 30%, mas não passamos tempo o suficiente para perceber se de fato o produto fica com menos marcas.

Câmeras

O Zenfone 2 também promete impressionar por suas câmeras: na traseira, oferece uma câmera de 13 megapixels PixelMaster com lente f/2.0. O modo Pouca Luz, bastante divulgado no lançamento do ZenFone 5, emprega uma tecnologia que combina a informação luminosa de múltiplos pixels para capturar imagens mais claras à noite ou em situações de pouca luz, sem necessidade de flash. Se já no ZenFone 5 o recurso impresssionava, a expectativa é que no ZenFone 2 seja ainda melhor.

Além disso, o flash Real Tone do Zenfone 2 vem com duas lâmpadas de cores diferentes para melhor equilíbrio da luz. A câmera também tem modo HDR que permite aos usuários capturar melhores fotos com ajuda do processamento feito pelo software. Fotos feiras com o ZenFone 2 e comparadas às originais pelo iG  mostram que o HDR pode mesmo fazer a diferença. 

O Zenfone 2 também é equipado com uma câmera frontal de 5 megapixels com uma lente com ângulo de visão de 85 graus. Essas características aliadas ao recurso da selfie panorâmica dispensam o uso do bastão de selfie na opinião de Marcel Campos, diretor de Marketing da Asus. De fato, a função ajuda na hora de colocar todo mundo na mesma foto, pois amplia o campo de visão em até 140 graus, mas não é tão abrangente como as possibilidades que surgem com o pau de selfie. 

Interface

O ZenFone 2 roda Android 5.0, codinome Lollipop, mas traz uma interface interessante, chamda ZenUi. Segundo a Asus, a nova versão oferece uma experiência de uso mais simples e mais inteligente, com um novo layout que enfatiza os espaços vazios e que coloca as informações mais importantes em destaque. Ainda de acordo com a empresa, o ZenFone 2 dá ao usuário a capacidade de personalizar completamente a interface, incluindo mudanças na organização da tela inicial, temas, fontes e ícones.

Asus ZenFone 2 tem processador Intel
Emily Canto Nunes/iG São Paulo
Asus ZenFone 2 tem processador Intel

Hardware

Por dentro é que o ZenFone 2 deixa claro que pode ser um topo de linha, ainda que não premium como um iPhone 6 ou 6 Plus, ou ainda os novos Galaxys S6 e S6 Edge da Samsung. De acordo com Marcel Campos, nem é essa intenção, o aparelho será mesmo do tipo "melhor custo benefício". O ZenFone 2 é baseado em um processador Intel Atom Z3580 de 64-bit que opera a até 2.3 GHz e vem acompanhado por até 4 GB de RAM, o que possibilita um desempenho até sete vezes superior em jogos em relação ao seu antecessor, o ZenFone 5. Vale dizer que hoje no mercado brasileiro não existe nenhum aparelho com 4 GB de memória RAM.

No que diz respeito a armazenamento, o ZenFone 2 foi lançado em versões de 16GB, 32GB e 64GB. Campos já adiantou que essa últimas não deve chegar ao País. Além disso, o aparelho tem espaço para cartão Micro SD de até 64 GB.

O ZenFone 2 tem conectividade 4G e suporte a dual SIM. A bateria do ZenFone 2 é de 3000 mAh e oferece mais de um dia inteiro de uso em uma única carga segundo a fabricante. E seguindo a onda dos concorrentes, o aparelho possui uma tecnologia de recarga rápida que permite carregar até 60% da bateria em apenas 39 minutos.

As especificações e as características estão dadas, falta saber quando chega o ZenFone 2 em que faixa de preço para saber, afinal, qual quem o ZenFone 2 vai brigar desta vez.

*A jornalista participou do Asus On Board a convite da empresa

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.