De acordo com matéria da Forbes, página da Samsung UK no Facebook confirmou que os novos Galaxys S6 e S6 Edge enfrentam problema de memória

Galaxy S6 e S6 Edge já estão à venda no Brasil
Emily Canto Nunes/iG
Galaxy S6 e S6 Edge já estão à venda no Brasil

Segundo matéria publicada na Forbes , a Samsung confirmou os rumores surgidos recentemente de que seus novos aparelhos, o Galaxy S6 e S6 Edge, possuem problema de memória. O comunicado foi publicado na página da Samsung do Reino Unido.

LEIA TAMBÉM:  Samsung anuncia chegada de Galaxy S6 e S6 Edge no Brasil a partir de R$ 3.299

A raiz do problema é a memória RAM, como ela é consumida e liberada. O problema de má gestão dessa memória vem deixando os aplicativos mais lentos ou fechando-os repentinamente. Ao contrário do que deveria acontecer, a memória RAM não está sendo liberada assim que os aplicativos e serviços deixam de ser utilizados. Em vez disso, cada aplicativo ou serviço em funcionamento abocanha mais uma parte da memória RAM até que não tenha mais memória disponível e o aparelho comece a ficar lento ou a travar.

Atualmente, as únicas soluções são apertar o botão "Fechar tudo" ou reiniciar o dispositivo. De acordo com a reportagem, a culpa pode ser do Google, ou melhor, do Android 5.0 Lollipop, que já foi diagnosticado com um problema de memória. Os novos Galaxys rodam a versão 5.0.2. Ao que parece, a versão 5.1.1 do sistema possui melhorias nesse sentido, e exatamente por isso é que a Samsung está liberando a nova versão antes mesmo da Motorola, que faz uso do Android puro.

Conforme a Forbes, a própria Samsung está lançando "micro updates" para tentar corrigir questões relacionadas com o desempenho do dispositivo e estabilidade.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.