CES 2016: painel de eletroluminescência é a próxima moda em lojas para turistas

Por Emily Canto Nunes - enviada a Las Vegas* |

compartilhe

Tamanho do texto

Maior feira de eletrônicos do mundo, CES também é palco para produtos que são mais quinquilharia do que inovação

A CES é considerada a maior feira de eletrônicos do mundo. Realizada anualmente em Las Vegas, nos Estados Unidos, o evento concentra novidades das principais empresas do setor de tecnologia, incluíndo montadoras, e também startups dos mais diferentes países. Mas nem tudo que está na CES é novidade, vale dizer. Alguns produtos já debutaram em outras feiras, como a IFA, que acontece na Europa, e em CES anteriores, enquanto outros não passam de inovações antigas em novas aplicações ou simplesmente quinquilharia, a maioria vindo da China. É o caso do painel de Eletroluminescência da Big Ideas Marketing.

Pôsteres com personagens da Marvel era uma das grandes apostas da Big Ideas Marketing na CES 2016. Foto: Emily Canto Nunes/iG São PauloPainel de eletroluminescência pode enfeitar bonés e camisetas. Foto: Emily Canto Nunes/iG São PauloPainel de eletroluminescência responde a estímulos de luz como flash e a batidas sonoras. Foto: Emily Canto Nunes/iG São PauloSegundo a Big Ideas Marketing, esse é o primeiro painel de eletroluminescência do mundo. Foto: Emily Canto Nunes/iG São PauloPainel de eletroluminescência vem com um caixa de pilhas e com tachinhas para prendê-lo onde o usuário desejar. Foto: Emily Canto Nunes/iG São Paulo

Instalado no Eureka Park, onde ficam grande parte das startups, o estande da marca mais parecia uma loja da 25 de março. Não fossem os tais painéis poderia facilmente se passar por uma loja de quinquilharia para turistas: cabos para diferentes marcas de smartphones, pau de selfie, óculos de sol, toucas e até flores que acendem estão entre os produtos vendidos pela distribuidora chinesa segundo seu site.

Na CES 2016, a Big Ideas Marketing mostrava o "primeiro painel de Eletroluminescência do mundo" aplicado em pôsteres, camisetas, bonés e gravatas. Segundo explicação da própria empresa, o painel de Eletroluminescência é um painel de luz de baixa voltagem que pisca uma vez incorporado a um pôster, por exemplo, fazendo o pôster acender quando ativado. Além disso, ele responde a estímulos sonoros como batucadas muito próximas e ao flash das câmeras, para brilhar no momento da foto.

O material de divulgação explica: a eletroluminescência acontece quando você conecta em um sanduíche feito de plástico material condutor e fósforo (o elemento, não o objeto). Existem duas camadas de eletrôdos no sanduíche e uma de fósforo entre elas. É o fósforo que faz o painel ligar quando a eletricidade passa de uma camada de eletrôdos para a outra. No caso do painel apresentado pela empresa na CES, a eletricidade vinha de uma caixa contendo pilhas acomplada na parte de trás do painel, tais quais aquelas de relógios de camelôs. Além disso, vem também com quatro tachinas que o usuário possa colocar o painel, que pode ter diferentes tamanhos, onde desejar. Uma invenção e tanto, não é mesmo? Mal posso esperar para ver invadindo as praias e os pontos túrísticos desse mundão.

*A jornalista viajou a convite da Samsung.

Leia tudo sobre: ces 2016Eletroluminescênciapainelcamisetabonégravatas

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas