Intel entra para o livro dos recordes ao colocar 100 drones para voar juntos

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Empresa alcançou o feito em novembro na Alemanha, mas só divulgou ao público durante a CES 2016, em Las Vegas

Drones voaram em sincronia com a apresentação da Quinta Sinfonia de Beethoven
Reprodução
Drones voaram em sincronia com a apresentação da Quinta Sinfonia de Beethoven

Durante a CES 2016, a Intel mostrou que o desenvolvimento de drones pode nos surpreender ainda mais no futuro. Ao colocar o maior número de veículos aéreos não-tripulados voando em conjunto a empresa entrou para o Guinness, o livro dos recordes. A conquista foi realizada em novembro de 2015, em Tornesch, na Alemanha. Entretanto, só foi exibida pela primeira vez por meio de um vídeo durante a apresentação de Brian Krzanich, CEO da Intel, na feira de eletrônicos em Las Vegas, nos Estados Unidos.

Os drones foram desenvolvidos com luzes na parte externa para dar o efeito desejado pela equipe. Controlados por meio de computadores, os veículos não-tripulados realizaram um voo sincronizado com o som de uma orquestra que apresentava a Quinta Sinfonia de Beethoven.

A ideia do projeto, chamado pela empresa de "Drone 100", surgiu depois de Krzanich perguntar a Anil Nanduri, diretor de marketing da Intel, o que ele faria com 100 drones. Krzanich queria mostrar ao público uma nova maneira de utilizar a tecnologia dos drones. O desafio foi então feito a um grupo de pesquisadores em tecnologia no Ars Electronica Futurelab, na Áustria. A experiência contou com quatro pilotos que comandaram 25 drones cada em um programa criado para fazer os drones acompanharem um determinado trajeto e ligarem suas luzes quando necessário.

De acordo com o diretor senior da Futurelab, Horst Hoertner, a intenção foi mostrar como os drones, vistos por muitos como armas, podem ser usados para criar experiências positivas para a sociedade.


Leia tudo sobre: ces 2016droneintelrecorde

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas