Facebook pode ser porta para ataques virtuais: saiba usar a rede com segurança

Por Victor Hugo Silva - iG São Paulo

compartilhe

Tamanho do texto

Rede social oferece recursos para manter conta segura ocultando suas informações para desconhecidos

Facebook disse não usar informações de outros aplicativos para sugerir amizades
PA/BBC Brasil
Facebook disse não usar informações de outros aplicativos para sugerir amizades

O Facebook lidera com folga a concorrência entre as redes sociais. De acordo com dados da empresa, em dezembro de 2015, a empresa contava com uma média diária de 1,04 bilhão de usuários ativos publicando, compartilhando, curtindo e trocando mensagens com amigos. Como em qualquer programa do tipo, é preciso estar atento à privacidade quando usamos o Facebook. Faça o login apenas em páginas e aplicativos oficiais e use senhas fortes com letras, números e símbolos. A rede social também possui diversos recursos para manter sua conta protegida. Para ajudar os usuários, o iG criou uma lista com itens que tornarão seu perfil mais seguro:

1) Conteúdo das publicações

O usuário precisa tomar cuidado com o que está postando. André Munhoz, gerente da Avast para o Brasil, sugere que o usuário pense duas vezes ao publicar ou compartilhar algo no Facebook. "Nas rede sociais, sempre tome cuidado com o que você está postando", afirma. Após a exibição do conteúdo no Facebook, o usuário não tem mais controle sobre quem visualizará a publicação. É importante lembrar que mesmo que o autor exclua uma postagem do seu perfil, ela ainda continuará sendo vista em outros perfis caso alguém tenha compartilhado a mesma publicação.

2) Opções de privacidade

É possível configurar quem pode entrar em contato com você e quem vê suas publicações
Reprodução
É possível configurar quem pode entrar em contato com você e quem vê suas publicações

O Facebook permite que milhões de pessoas sejam atingidas por meio de um clique. Por isso, é importante adotar medidas para preservar a privacidade do usuário. O Facebook possui um recurso para definir quem pode ver as postagens. Para acessar as configurações, abra o menu do Facebook – a seta presente no canto direito da barra azul – e escolha a opção Configurações. Depois disso, clique em Privacidade.

No aplicativo para dispositivos móveis, utilize o menu – o ícone com três traços horizontais – e escolha a opção Atalhos de Privacidade para definir o que os outros usuários verão em seu perfil. "As pessoas têm que tomar cuidado e sempre dar uma verificada na sua configuração de privacidade", explica Munhoz.

3) Solicitações de amizades de desconhecidos

Antes de aceitar a solicitação de amizade de alguém que você não se lembra, mande uma mensagem para perguntar de onde vocês se conhecem. Alguns cibercriminosos utilizam perfis falsos para levantar informações que o usuário compartilhou na rede social e aplicar golpes.

Para tentar evitar o recebimento de solicitações de amizade de desconhecidos, o Facebook oferece um recurso onde apenas pessoas ligadas aos seus amigos poderão entrar em contato com você. No computador, utilize o menu do Facebook e selecione a opção Configurações. Em seguida, clique em Privacidade. Se desejar fazer a mudança pelo aplicativo, clique sobre o menu e selecione a opção Atalhos de Privacidade.

4) Recursos extra de segurança

O Facebook possui alguns recursos para o usuário ter mais segurança. Uma delas é o alerta de login: caso alguém se conecte à sua conta a partir de um dispositivo diferente, a rede social envia um alerta pelo aplicativo e por e-mail para confirmar se o dono da conta realmente realizou o login. O usuário também pode habilitar a aprovação de login sempre que ele acessar o Facebook em um novo dispositivo. A verificação pode ser feita por meio de mensagens SMS ou pelo gerador de códigos do Facebook.

Se habilitados, recursos de segurança podem proteger a conta por e-mails e mensagens SMS
Reprodução
Se habilitados, recursos de segurança podem proteger a conta por e-mails e mensagens SMS

Outra ferramenta permite analisar quais são os navegadores e aplicativos mais utilizados pelo usuário e onde ele está conectado atualmente. O Facebook exibe o tipo de dispositivo utilizado e em qual cidade e horário o login foi feito. Para habilitar os recursos de segurança, utilize o menu do Facebook no computador e clique em Configurações. Em seguida, selecione a opção Segurança.

5) Tome cuidado com os check-ins

Quando o usuário decide fazer um check-in, o Facebook utiliza o GPS do dispositivo para determinar o local da postagem. É importante pensar sobre quem poderá ver seus check-ins. Para Fábio Assolini, analista sênior de segurança na Kaspersky Lab Brasil, esse tipo de publicação pode ser perigosa, pois o usuário não sabe lidar com o alcance das informações que está expondo no Facebook. "Você está tornando público para as pessoas onde você vai. Não é bom você se expor demais nas redes sociais", afirma. Uma forma de se certificar que apenas conhecidos verão o check-in é alterar as opções de privacidade do seu perfil.

6) Sites e aplicativos integrados

Antes de utilizar o login do Facebook em outros sites, a rede social confirma que tipo de informação você deseja fornecer
Reprodução
Antes de utilizar o login do Facebook em outros sites, a rede social confirma que tipo de informação você deseja fornecer

Para simplificar a vida do usuário, sites e aplicativos permitem que o usuário faça o login com a conta do Facebook. Antes de terminar o login, o serviço exibirá uma tela do Facebook com as permissões que o usuário está passando. É preciso tomar cuidado com o tipo de informação que este serviço terá acesso e que tipo de ações ele poderá tomar em seu nome. Além disso, caso este serviço seja vítima de um ataque virtual, o usuário será menos prejudicado se tiver fornecido apenas informações básicas. Para José Matias Neto, diretor para suporte técnico da Intel Security, o erro não está em utilizar o login do Facebook em apps de terceiros. "O problema é que esse aplicativo vai se inserir na sua rede social e ter acesso a determinadas informações dentro do seu perfil".

Para verificar quais aplicativos estão conectados à conta, acesse o Facebook pelo computador, escolha a opção Configurações dentro do menu e, na página seguinte, selecione Aplicativos. Todo serviço integrado à conta tem acesso a informações básicas como nome, foto do perfil, foto de capa, idade e gênero. Ao passar o mouse sobre cada aplicativo, o Facebook exibe opções para editar as permissões e remover o serviço.

Página exibe quais aplicativos estão conectados à conta e que tipo de informações eles têm acesso
Reprodução
Página exibe quais aplicativos estão conectados à conta e que tipo de informações eles têm acesso


7) Links suspeitos

Alguns cibercriminosos realizam ataques por meio de links com ofertas boas demais para ser verdade. Entretanto, os links podem induzir o usuário a acessar sites suspeitos ou baixar arquivos contendo vírus. Para Munhoz, como os usuários ficaram mais atentos a ataques com links e anexos falsos no e-mail, os cibercriminosos passaram a utilizar as redes sociais para efetuar ataques virtuais. "O Facebook se tornou uma porta de acesso ao computador do usuário", afirma.

Antes de clicar em qualquer link, leve em consideração o autor e o conteúdo da mensagem. Em caso de imagens, também é importante verificar a extensão do arquivo. A sugestão do Facebook é tomar cuidado com arquivos que parecem imagens mas terminam com .exe, .rar ou .zip.

Leia tudo sobre: facebookredes sociaissegurançaprivacidade

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas