Carro autônomo do Google provoca seu primeiro acidente

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Empresa admitiu que o veículo foi responsável pela colisão; carro já se envolveu em outros 17 acidentes desde 2009

Apesar de baixa velocidade, o Lexus SUV utilizado durante os testes colidiu com um ônibus
AP Photo
Apesar de baixa velocidade, o Lexus SUV utilizado durante os testes colidiu com um ônibus

Em fase de testes, o carro autônomo desenvolvido pelo Google causou seu primeiro acidente com colisão em outros veículos. O erro ocorreu em Mountain View, Califórnia, em 14 de fevereiro quando o Lexus SUV utilizado pela empresa mudava de faixas e foi em direção a um ônibus.

Ao informar o acidente, o Google disse que o carro se moveu para a faixa da direita para fazer uma conversão, mas parou quando detectou sacos de areia bloqueando a passagem. O acidente aconteceu quando o carro virou à esquerda para contornar o obstáculo.

Um carro do Google já se envolveu em outro acidente em 2015. Na ocasião, a empresa argumentou que o carro não foi o responsável pelo acidente. Entretanto, na última colisão, a posição do Google foi diferente. A empresa se manifestou por meio do relatório mensal. "Neste caso, claramente admitimos certa responsabilidade, pois se o nosso carro não estivesse se movimentando não haveria a colisão".

De acordo com o Wired, o ônibus estava a uma velocidade de 24 km/h e o carro do Google a 3,2 km/h no momento do acidente. Não houveram feridos, mas uma roda do carro foi danificada. O site também apontou que até janeiro de 2016, os carros da empresa se envolveram em 17 acidentes, todos causados por erro humano.

Capazes de reconhecer sinais de outros motoristas, os carros autônomos do Google já se movimentaram por mais de 2 milhões de quilômetros desde 2009. A estimativa da empresa é colocar os veículos nas ruas até 2020.

Leia tudo sobre: carro autônomo.google

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas