País cresceu 38% em relação ao mesmo período do ano anterior e subiu cinco posições no ranking mundial

Com média de 4,1 Mbps, Brasil ficou atrás de vizinhos sul-americanos como Uruguai e Chile
Thinkstock/Getty Images
Com média de 4,1 Mbps, Brasil ficou atrás de vizinhos sul-americanos como Uruguai e Chile

Um levantamento apontou que a velocidade média de conexão à internet no Brasil foi de 4,1 Mbps no quarto trimestre de 2015. De acordo com o estudo State of the Internet, realizado pela Akamai, o país apresentou um crescimento de 38% em relação ao mesmo período do ano anterior e subiu de 93ª para 88ª posição no ranking mundial. Como comparação, os países com as maiores médias de conexão na América do Sul foram Uruguai (6,2 Mbps) e Chile (6,1 Mbps).  O Paraguai registrou a pior média do continente, com 1,3 Mbps.

Com velocidades bem maiores, a Coréia do Sul se manteve em primeiro lugar no ranking e registrou média de 26,7 Mbps. No cenário mundial, a velocidade continuou acima da considerada banda larga (4 Mbps) com 5,6 Mbps, com crescimento de 23% em relação ao mesmo período do ano anterior.

De acordo com a empresa, o Brasil perdeu posições no ranking de picos de conexão. No período analisado, o país registrou média de 30,3 Mbps e cresceu 38% em relação ao último ano. Ainda assim, o país caiu da 79ª para a 85ª posição no ranking global. Na América do Sul, o Uruguai também ficou em primeiro lugar, com picos de conexão de 57,2 Mbps.

Dos 148 países qualificados para o ranking mundial, Cingapura registrou picos de conexão de 135,7 Mbps e se manteve no topo, com crescimento de 61% em relação ao quarto trimestre de 2014. Para realizar o levantamento, a empresa analisou os 243 países conectados à sua plataforma e considerou apenas os que tenham mais de 25 mil endereços de IP únicos.

Velocidade de redes móveis

Os Estados Unidos são líderes no ranking de velocidade de conexão móvel com média de 26,8 Mbps. O Brasil segue distante e registrou média de 3,2 Mbps no período. Se na internet fixa, o Paraguai registrou os piores valores da América do Sul, nas conexões móveis foi bem diferente. Com 5,7 Mbps, o país apresentou a melhor média do continente.

Os paraguaios também possuem a melhor taxa de adoção de banda larga móvel (acima de 4 Mbps) no continente, com 65% de adoção. A liderança mundial ficou com Finlândia e Austrália, com 99% de adoção de conexões móveis. Segundo a Akamai, o Brasil tem apenas 17% de adoção. 

Em relação aos picos de velocidade em conexões móveis, a Austrália atingiu a maior média do período analisado, com 153,3 Mbps. Na América do Sul, a primeira colocação ficou com o Peru, que registrou 72,1 Mbps. O Brasil alcançou 22,7 Mbps.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.