Mensageiro trabalha para usuários compartilharem localização com membros de grupo; objetivo é fazer todos se encontrarem facilmente

Brasil Econômico

Whatsapp também trabalha em opção para compartilhar vídeos e fotos temporariamente, como o Snapchat
ALV/Flickr
Whatsapp também trabalha em opção para compartilhar vídeos e fotos temporariamente, como o Snapchat

O WhatsApp trabalha em um novo recurso que permitirá aos usuários descobrir a localização de outras pessoas. A opção, conhecida como Live Location Tracking (ou Rastreamento ao vivo, em tradução livre), foi vista em versões beta do mensageiro para Android (2.16.399) e iOS (2.17.3.28) pela equipe do @WABetaInfo, perfil no Twitter que acompanha as atualizações do aplicativo.

LEIA MAIS: WhatsApp deve lançar recurso para excluir mensagens enviadas

Com o novo recurso, será possível compartilhar no WhatsApp a localização em tempo real com outros membros de um grupo. A ideia, segundo o jornal britânico "The Indepent", é permitir que todos consigam se encontrar facilmente. Os usuários poderão habilitar o rastreamento por um determinado período de tempo (um, dois ou cinco minutos). Para evitar qualquer tipo de polêmica relacionada à privacidade dos usuários, o aplicativo deve manter a opção desabilitada por padrão.

Aqueles que desejarem informar sua localização para outras pessoas, deverão acessar o menu de "Configurações" do aplicativo e habilitar a função manualmente. O mensageiro já permite que a localização seja enviada para outras pessoas, mas o rastreamento em tempo real é visto como um importante avanço para os usuários em questão de facilidade e segurança.

LEIA MAIS: WhatsApp deve lançar recurso para excluir mensagens enviadas

"WhatsApp Stories"?

Ainda segundo o @WABetaInfo, o aplicativo estaria trabalhando em uma funcionalidade para compartilhar publicações que ficam disponíveis por apenas 24 horas. O recurso seria bem parecido com o Instagram Stories, que usou como base (ou copiou, se preferir) o Snapchat. A interface exibida na versão beta é bem parecida com a rede social e exibe ícones para incluir textos, emojis ou desenhos sobre as imagens.

As publicações serão exibidas em uma área separada, conhecida como "Status", mas poderão ser compartilhadas dentro das conversas. O conteúdo que for redirecionado, ficará disponível pelo mesmo período que o post original. Assim como o WhatsApp, o Facebook também trabalha em um recurso  para os usuários publicarem vídeos temporários.

A rede social de Mark Zuckerberg está testando a funcionalidade com usuários de Android e iOS na Irlanda e deve levá-la para mais países nos próximos meses. A liberação do recurso para a versão beta revela que o desenvolvimento se encontra em estágio avançado, mas não garante que chegará para todos os usuários.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.