Maior feira de tecnologia móvel começa nesta segunda, mas empresas como Motorola, Samsung e Nokia já apresentaram o que será destaque este ano

Brasil Econômico

A Mobile World Congress, maior evento de tecnologia móvel do mundo, começa oficialmente nesta segunda-feira (27) em Barcelona, na Espanha. Até quinta-feira (2), as fabricantes apresentarão suas principais apostas para os próximos meses. No entanto, algumas empresas utilizaram os dias anteriores à MWC 2017 para apresentar, em eventos próprios, novas versões de celulares, tablets e dispositivos de realidade virtual que estarão no evento desta semana.

A conferência tem como alguns dos destaques tanto os novos modelos da linha Xperia, da Sony, quanto o tradicional Nokia 3310, celular do início dos anos 2000 conhecido por sua resistência. Já a Samsung preferiu não usar a MWC 2017 para lançar o Galaxy S8. Em vez disso, a empresa apostou em seus novos tablets e na nova versão do Gear VR. Para te ajudar a ficar por dentro das principais novidades, o Brasil Econômico traz uma lista com as apostas das fabricantes para 2017.

Motorola aposta em novas versões para a linha Moto G na MWC 2017; Moto G5 tem câmera traseira de 13 MP
Divulgação
Motorola aposta em novas versões para a linha Moto G na MWC 2017; Moto G5 tem câmera traseira de 13 MP


Lenovo/Motorola

O intermediários da Motorola, Moto G5 e Moto G5 Plus , ganharam novo visual e novos recursos. Os aparelhos passam a ser revestidos em alumínio e podem ser desbloqueados por meio do leitor de impressão digital. O primeiro conta com bateria de 2.800 mAh, processador octa-core de 1,4 GHz e câmera traseira de 13 megapixels. Segundo a Motorola, o modelo chegará para usuários de todo o mundo em março, com preço estimado em € 199 (aproxidamente R$ 653).

Enquanto isso, para o Moto G5 Plus, o destaque é a câmera. Curiosamente, o aparelho tem 12 MP na câmera traseira, mas promete recursos adicionais, como vídeos em 4K e a tecnologia Dual Autofocus Pixel, que permite definir o foco rapidamente. O modelo ainda oferece bateria de 3.000 mAh, até 64 GB de armazenamento e processador octa-core de 2.0 GHz. O Moto G5 Plus também deve chegar ao mercado em março, com preços começando na faixa de US$ 229 (ou R$ 712).

Motorola deixou o plástico usado em versões anteriores e apostou no revestimento em alumínio
Divulgação
Motorola deixou o plástico usado em versões anteriores e apostou no revestimento em alumínio

A empresa também anunciou novos módulos para o Moto Z, que conta com imãs na parte traseira para receber os acessórios. O principal destaque é o módulo o Alexa Moto Mod , criado em parceria com a Amazon, desenvolvedora da assistente virtual que permite controlar dispositivos inteligentes, checar as notíficas ou solicitar serviços como o Uber, por exemplo. Segundo a empresa, a integração entre a Alexa e o Moto Z deverá ser finalizada nos próximos meses para que o usuário tenha uma experiência mais agradável.

A empresa também aposta no Gamepad Moto Mod , uma espécie de controle com botões físicos e bateria embutida para transformar o smartphone em um video game. O acessório deve chegar ao mercado no segundo semestre. A Motorola também apresentou a nova versão do Moto Power Pack, que passa a oferecer 50% de bateria adicional para o celular, com previsão de lançamento para março. A bateria, aliás, foi um dos pontos que mais receberam a atenção da fabricante, que também apresentou o Turbo Charger , módulo para acelerar o carregamento do Moto Z e Moto Z Play, o Charging Adapter , carregador exclusivo para os módulos, e Wireless Charging , que oferece recarga sem fio para os celulares da linha.

Sony

Um dos principais destaques da Sony na conferência é o Xperia XZ Premium. Segundo a fabricante, o smartphone traz uma série de novidades para o mercado. Uma delas é a tecnologia de super slow motion, que oferece uma experiência diferenciada em uma super câmera lenta, ativada pelo usuário durante a gravação de vídeos em velocidade padrão. O celular permite visualizar mais detalhes nos vídeos ao conseguir registrar imagens em 960 fps. Para se ter uma ideia, a câmera lenta da maioria dos celulares trabalha com 240 fps. 

O modelo também facilita a captura de fotos em situações de movimento por dois motivos: a comunicação entre a lente e o celular é mais rápida graças ao módulo de câmera com memória embutida, Motion Eye. De acordo com a Sony, a velocidade de comunicação que, em média, é de 5 Gb/s (gigabits por segundo), passará para 25 Gb/s. Além disso, o aparelho possui o recurso de captura preditiva (predictive capture), que utiliza uma detecção de movimento para salvar imagens antes mesmo do usuário selecionar o botão de captura da câmera.

O recurso captura até quatro quadros diferentes para o usuário escolher o preferido. A função impede a perda de fotos em situações de movimento, já que utiliza um buffer que mantém as imagens alternativas na memória temporária. O Xperia XZ Premium também é o primeiro smartphone a contar com o display 4K HDR de 5,5 polegadas.

A empresa apresenta ainda o Xperia XZs, alternativa ao Premium que será comercializada em alguns países. O modelo tem tela de 5,5 polegadas e conta com o Motion Eye e a possibilidade de gravar vídeos em super câmera lenta. Os modelos Xperia XA1 e Xperia XA1 Ultra também foram apresentados pela Nokia, ambos com 23 MP de câmera traseira. O primeiro tem tela de 5 polegadas e câmera frontal de 8 MP. Já o segundo tem display de 6 polegadas e câmera frontal de 16 MP.


Samsung

Se no ano passado, o destaque foi o lançamento do Galaxy S7 , a Samsung aproveitou a MWC 2017 para apresentar seus novos tablets. Os aparelhos contam com telas HDR, recurso que oferece cores mais realistas  e imagens mais nítidas, a nova versão da caneta S Pen , que possui uma ponta de 0,7 mm para desenhos e anotações rápidas, e o Samsung Flow , recurso para sincronizar notificações entre o tablet e smartphones Galaxy. O recurso também permite desbloquear o tablet por meio do sensor de impressão digital dos celulares.

Um dos aparelhos apresentados pela Samsung é o Galaxy Tab S3 de 9,7 polegadas. O dispositivo trabalha com o sistema operacional Android 7.0, tem bateria de 6.000 mAh e câmeras traseira de 13 MP e frontal, de 5 MP. De acordo com a fabricante, o modelo foi desenvolvido para oferecer boas experiências de vídeo e jogos, além de ser uma ferramenta de produtividade.

Por outro lado, o Galaxy Book é voltado para profissionais terem mais poder para trabalhar e jogar. O modelo utiliza o Windows 10 e possui versões de 10,6 polegadas e 12 polegadas. O primeiro tem processador Intel Core m3 de 7ª geração Dual Core de 2,6 GHz. Já o segundo trabalha com Intel Core i5 de 7ª geração Dual Core de 3,1 GHz. A empresa também apresentou a nova versão do dispositivo de realidade virtual Gear VR , que agora possui um touchpad que promete uma interação mais rápida com o sistema.


Nokia

Em sua participação, a Nokia apresentou a nova versão do Nokia 3310 , celular do início dos anos 2000 conhecido por sua resistência. Disponível em quatro cores – laranja, amarelo, preto e branco, o "tijolão" promete bateria que dura um dia com ligações ou até um mês em standby. Com 1.200 mAh, o modelo permanece ligado por mais tempo por conta de suas especificações limitadas.

O celular utiliza conexão 2G, tem câmera de 2 megapixels e trabalha com o sistema operacional Nokia Series 30+. O aparelho também traz o tradicional jogo da cobrinha (Snake) em uma versão colorida. Considerado pela própria fabricante como "clássico moderno reimaginado", o modelo se destaca pelo preço estimado de US$ 49 (aproximadamente R$ 150).

Destaque na MWC 2017, novo Nokia 3310 revive celular clássico com teclado alfanumérico e jogo da cobrinha (Snake)
Divulgação/Nokia
Destaque na MWC 2017, novo Nokia 3310 revive celular clássico com teclado alfanumérico e jogo da cobrinha (Snake)

A empresa também apresentou sua nova linha de smartphones – Nokia 6, Nokia 5 e Nokia 3. A versão mais potente, Nokia 6, tem câmera traseira de 16 MP, câmera frontal de 8 MP e está disponível em preto, branco, laranja, azul e cinza. O aparelho tem 3 GB de memória RAM – 4 GB na versão Arte Black –, processador Qualcomm Snapdragon 430 e muita memória de armazenamento.

A versão do smartphone na cor Arte Black tem 64 GB e as demais, 32 GB. Todas as opções tem suporte para cartão microSD de até 128 GB. O Nokia 6 utiliza o sistema operacional Android Nougat e tem preço estimado em US$ 219 (aproximadamente R$ 680) e US$ 299 (R$ 930) para a versão Arte Black.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.