Novidades estão sendo testadas para aplicação em dispositivos móveis; empresa liberou três modelos diferentes para um grupo pequeno de usuários

Brasil Econômico

Uma das animações testadas pelo YouTube apresenta um dinossauro semelhante ao das telas de erro do Google Chrome
Reprodução/YouTube
Uma das animações testadas pelo YouTube apresenta um dinossauro semelhante ao das telas de erro do Google Chrome

Nesta semana, o Google começou a testar novos detalhes de design no YouTube . Mantendo o padrão que costuma aplicar aos testes deste setor, a empresa liberou três diferentes versões de animações para tela de carregamento de vídeos, a fim de encontrar a que mais agrada aos usuários.

Leia também: Canais mudam códigos ara enganar YouTube e aumentar views

As novidades no design do YouTube estão sendo testadas para os vídeos reproduzidos nos dispositivos móveis. Em geral, os novos desenhos se mostram mais complexos do que as animações que a plataforma costumava exibir para a tela de carregamento até então. Um dos desenhos que foram liberados para testes lembra a animação de boot da versão Kitkat do sistema operacional Android. Veja como ficou:

Entre as animações liberadas para testes, outra que se diferencia bastante do que a empresa costumava apresentar na tela de carregamento é a do dinossauro. O desenho se assemelha ao personagem visto nas telas de erro do Google Chrome. O terceiro modelo é parecido com uma impressão digital.  A princípio, as animações teriam sido liberadas apenas nos Estados Unidos para um grupo reduzido de usuários.

Modelo de animação testado pelo YouTube lembra uma impressão digital
Reprodução/YouTube
Modelo de animação testado pelo YouTube lembra uma impressão digital


Outras novidades

Recentemente, a plataforma de vídeos do Google também anunciou o lançamento do YouTube TV. Diferente dos serviços de streaming como o Netflix, a ferramenta vai funcionar como uma "televisão a cabo pela internet", pois o usuário vai assistir programas com trasmissão ao vivo, e não sob demanda.

Para assistir aos canais, o usuário precisa baixar um aplicativo no dispositivo de sua preferência. A ferramenta estará disponível para iOS e Android, além de ter compatibilidade com o Chromecast. Cada usuário pode ter uma conta própria para registrar suas preferências e transmitir as programações para outros dispositivos, como as televisões.

Para que os consumidores consigam assistir a qualquer conteúdo na hora em que desejarem, o Google planejou uma tecnologia de armazenamento ilimitado. Todos os usuários poderão gravar qualquer programa que desejarem, para assistir em um momento mais oportuno. 

Leia também: Galinha Pintadinha chega a 5 bilhões de views e quebra recorde no YouTube

Neste caso, não é preciso de um aparelho de televisão para solicitar o armazenamento. O usuário do YouTube TV pode fazer a ação pelo celular e assistir o programa em até nove meses, que é o tempo que a empresa deixa a gravação disponível na nuvem.

    Leia tudo sobre: YouTube
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.