Netflix tem 40% do total de horas que os norte-americanos consomem no streaming; YouTube, concorrente mais forte, fica com 18% da audiência

Brasil Econômico

Netflix tem mais que o dobro da audiência do YouTube
shutterstock
Netflix tem mais que o dobro da audiência do YouTube

A Netflix domina a audiência do streaming nos Estados Unidos. Pelo menos é o que indicada uma pesquisa feita pela ComScore: segundo o levantamento, o serviço tem mais horas consumidas que YouTube, Hulu e Amazon Prime Video juntos.

Leia também: YouTube: Gangam Style perde posto de vídeo mais assistido após cinco anos

O estudo mostra que a Netflix tem 40% do total de horas que os norte-americanos consomem neste tipo de serviço. o YouTube , concorrente mais forte, fica com 18% da audiência, enquanto o Hulu tem 14% e o Amazon Prime Video tem apenas 7%. Somados, os três serviços ficam com 39% da audiência.

Estes dados indicam não apenas uma alteração nos hábitos dos consumidores. Eles também servem para justificar a enorme quantidade de produções originais produzidas pela Netflix. Ainda segundo informações da pesqusia, os usuários utilizam o serviço, em média, durante 1h40 de seu dia.  

O crescimento acelerado na assinatura de serviços de streaming mostram que essas plataformas passaram a fazer parte do dia a dia das pessoas. De acordo com o levantamento, cerca de 54% das residências norte-americanas paga por pelo menos um serviço do tipo. 

Leia também: YouTube é comparado a site pornográfico após lançar novo recurso

Na medida em que o streaming cresce, a TV por assinatura perde clientes, pois este modelo passa a ser uma alternativa. O horário em que Netflix e demais plataformas têm as maiores audiências, ou seja, o horário nobre, é o mesmo das emissoras tradicionais: das 20h as 23h. Isso indica que está havendo um processo de substituição. 

Os grandes eventos com transmissão via streaming também são citados pela ComScore no estudo. Os jogos da National Football League (NFL), a principal liga de futebol americano, por exemplo, já puderam ser assistidos por meio do Twitter e agora a Amazon adquiriu os direitos.

Leia também: YouTube oferece reembolso de US$ 3 a anunciantes afetados por vídeos

Para fazer o estudo, a ComScore levou em consideração 150 mil dispositivos espalhados pelos Estados Unidos. Entre eles, são considerados smartphones, computadores e Smart TVs. Estes equipamentos estão em 12,5 mil residências norte-americanas. Fato é que, independente do equipamento usado para assistir aos conteúdo, YouTube, Hulu e Amazon Prime Video precisarão se esforçar muito para superar a Netflix.

    Leia tudo sobre: YouTube
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.