Ao realizar consulta no MinhaSenha.com, internautas podem verificar se as credenciais utilizadas em lojas virtuais e redes sociais estão protegidas

Brasil Econômico

As campanhas maliciosas realizadas diariamente por cibercriminosos expõem os usuários a uma série de riscos na internet, como ter seus aparelhos bloqueados, perder arquivos importantes e ter senhas vazadas na rede. Para resolver o último problema, o site MinhaSenha.com  ajuda os internautas a desobrirem se suas credenciais usadas em lojas virtuais, redes sociais e aplicativos foram capturadas durante algum vazamento.

Leia também: Android Pay chega ao Brasil para substituir cartões de banco convencionais

Desenvolvida pela Axur, empresa brasileira especializada em monitoramento de riscos digitais, a página permite testar seus e-mails pessoais para identificar se senhas ligadas ao endereço foram divulgadas na internet. Em caso positivo, a credencial encontrada pelo serviço pode ser enviada por e-mail e ajudar a confirmar se ela ainda é utilizada pela vítima. Depois disso, basta alterá-la em todos os sistemas em que ela é utilizada.

Página permite verificar gratuitamente a situação de senhas de e-mails pessoas e corporativos
shutterstock
Página permite verificar gratuitamente a situação de senhas de e-mails pessoas e corporativos

Leia também: LEGO Marvel Super Heroes 2 é lançado; confira as novidades

Além do e-mail pessoal, o site permite verificar se endereços corporativos foram vazados. Caso as senhas do trabalho também foram comprometidas, o sistema é capaz de analisar se outros e-mails que utilizem o mesmo domínio também foram afetados. Assim, os responsáveis pela departamento de segurança ou tecnologia da informação da empresa podem tomar as devidas providências.

Segundo levantamento da Axur, a divulgação de dados confidenciais na internet é um dos maiores problemas no ambiente digital. No último ano, mais de dois bilhões de credenciais foram vazadas, sendo ao menos 5% delas de usuários brasileiros. O MinhaSenha.com analisa vazamentos de 224 sites estrangeiros e de 85 sites brasileiros. Ao buscar por um e-mail no site, cerca de 1,4 milhão de publicações são analisadas.

Como se proteger

As dicas para se proteger de vazamentos não costumam mudar muito. O site lembra que muitas das fraudes ocorrem quando as vítimas estão distraídas. Por isso, recomenda atenção ao clicar em links enviados por e-mail. Outra sugestão é utilizar credenciais mais complexas, com combinações de letras, números e símbolos. Uma forma de  lembrar de todas as credenciais é utilizar um erenciador  confiável.

De acordo com a Axur, é importante que os usuários evitem utilizar senhas repetidas nos sites em que estão cadastrados. Isso porque, se um deles for invadido, sua credencial logo será testada em outros locais. Por fim, desconfie de páginas que você não conhece. Antes de fornecer suas informações, confirme se o site é confiável.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.