Segundo especialista, posição do roteador deve levar em consideração o efeito "guarda-chuva" para transmitir ondas da forma mais adequada

Brasil Econômico

A queda dos preços de roteadores nos últimos anos fez boa parte dos brasileiros criar uma rede Wi-Fi dentro de casa para acessar a internet em celulares, notebooks e até mesmo na televisão sem a necessidade de fios. A simples instalação do aparelho e a definição de uma senha, no entanto, não bastam para ter a melhor experiência com a rede. Há uma série de medidas que podem ser incorporadas para melhorar o sinal da internet .

Ondas Wi-Fi podem sofrer interferência com presença de espelhos e outros aparelhos eletrônicos
shutterstock
Ondas Wi-Fi podem sofrer interferência com presença de espelhos e outros aparelhos eletrônicos

Leia também: Sem Wi-Fi? Confira quatro motivos que podem ter feito sua conexão cair

Entre elas, está o posicionamento do roteador e o uso de repetidores para expandir o sinal da internet sem fio . Para te ajudar a adotar posturas que garantam o melhor do Wi-Fi  sem deixar a segurança em segundo plano, o diretor de engenharia da operadora de telecomunicações Linktel, Fabio Simonagio, desvendou cinco dúvidas que os usuários costumam ter sobre o assunto:

1) Como usar o Wi-Fi de forma segura?

Além de uma senha forte com números, caracteres especiais, letras maiúsculas e minúsculas de pelo menos 16 dígitos, é fundamental verificar com certa frequência as atualizações que são disponibilizadas no site do fabricante do roteador e do dispositivo usado para acessar a internet.

Leia também: Saiba como bloquear um contato do WhatsApp

Em uma reportagem feita pelo Brasil Econômico em abril, o gerente de cibersegurança da Cipher, Fernando Amatte, deu um exemplo que pode te ajudar a desenvolver uma boa senha seguindo dicas simples. “Cogite substituir letras por número e vice-versa, como por exemplo, se gosta de basquete, tente algo como B@sket3bal!”.

2) Alguém está usando o meu sinal Wi-Fi indevidamente?

No roteador Wi-Fi, é possível ver os endereços IP e Mac address dos dispositivos que estão conectados à rede. Caso algum código seja desconhecido ou apareça um número maior de dispositivos que você possui, provavelmente a rede está sendo utilizada por terceiros. Fique de olho.

3) Roteador mais alto melhora o sinal?

Imagine ondas sonoras de propagando no ar. A lógica é a mesma para o sinal que sai do seu roteador. Segundo Simonagio, quando o aparelho está em um ponto mais alto, contribuiu para uma transmissão mais adequada das ondas, em algo como um efeito "guarda-chuva".

4) Outros aparelhos eletrônicos e espelhos prejudicam a internet?

Sim. Assim como o roteador emite ondas, telefones sem fio, por exemplo, também emitem suas próprias ondas eletromagnéticas, o que pode causar interferência do sinal. Em relação aos espelhos, Simonagio diz que eles podem dificultar a dispersão das ondas do aparelho roteador.

Leia também: Conheça 10 mitos e verdades sobre o desempenho da bateria do seu celular

5) Mais roteadores fazem o sinal ficar mais forte?

Se o seu objetivo é aumentar o sinal do Wi-Fi, o mais indicado, segundo Simonagio, é utilizar um repetidor de sinal Wi-Fi. Alguns fabricantes produzem até mesmo um roteador que consegue atuar em conjunto com o repetidor. Por outro lado, se a ideia é ter mais de um roteador no mesmo ambiente, é provável que haja uma interferência, causada pelo mesmo motivo dos demais aparelhos eletrônicos. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.