Tamanho do texto

Por não usar aplicativos e não ter câmera, celular tem bateria que dura até três dias; aparelho é vendido por R$ 155 em site de financiamento coletivo

Enquanto as principais fabricantes do setor de smartphones trabalham para criar dispositivos cada vez mais potentes e com telas maiores, uma empresa decidiu seguir o caminho inverso para criar o menor celular do mundo. Batizado de Zanco Tiny T1 , o aparelho conta com 4,67 centímetros de altura, 2,1 centímetros de largura e 1,2 centímetro de espessura. O aparelho pesa somente 13 gramas.

Leia também: Aplicativo de Snowden transforma seu celular antigo em um sistema de segurança

O menor celular do mundo possui tela de 0,49 polegada com resolução de 64 x 33 pixels. O modelo conta, ainda, com teclado numérico, alto-falante, microfone, entrada para chip nano e porta de carregamento USB. De acordo com os desenvolvedores do aparelho, as ligações são feitas por meio de redes 2G e a bateria de 200 mAh mantém o telefone ligado durante três dias no modo de espera e por três horas de conversação.

Zanco Tiny T1, o menor celular do mundo, pesa apenas 13 gramas e tem tela de 0,49 polegada
Divulgação
Zanco Tiny T1, o menor celular do mundo, pesa apenas 13 gramas e tem tela de 0,49 polegada

Leia também: Galaxy J7 Pro é smartphone intermediário que se garante na câmera e na bateria

Assim como o tamanho, a memória do Zanco Tiny T1 também é pequena. O aparelho não instala aplicativos, não possui câmera e não conta com muito espaço para carregar arquivos. De acordo com a ficha técnica, o modelo possui 32 MB de RAM e 32 MB de espaço de armazenamento, sem espaço para cartões de memória. O espaço é destinado, basicamente, para armazenar até 300 números de contatos, 50 ligações e as mensagens de texto mais recentes.

O aparelho foi divulgado em campanha de arrecadação no Kickstarter, site de financiamento coletivo, e pode ser adquirido por ofertas a partir de 35 libras esterlinas (cerca de R$ 155), com previsão de entrega para maio de 2018. Na página, os responsáveis pelo projeto afirmam que o Tiny T1 é um ótimo telefone de emergência e ideal para quem deseja manter a conexão com amigos sem carregar o peso de um celular comum.

Leia também: WhatsApp deixará de oferecer suporte para alguns celulares com Windows Phone

Lançado em 14 de dezembro, o projeto de financiamento conta com mais 1,7 mil apoiadores. O objetivo inicial era arrecadar pouco mais de US$ 33 mil (R$ 108 mil) para fabricar os celulares, mas o apoio já supera US$ 120 mil (R$ 396 mil) até o fechamento desta matéria.

* Com informações da Ansa.