Tamanho do texto

Esqueça as ‘caixinhas quadradas’ do smartphone: o Android P é composto por fundos brancos com cantos arredondados que podem ser encontrados no painel de notificação e nos menus de energia e volume do dispositivo; confira

Brasil Econômico

Android P bloqueia acesso ao microfone, câmera e a todos os sensores do SensorManager para apps inativos
Reprodução
Android P bloqueia acesso ao microfone, câmera e a todos os sensores do SensorManager para apps inativos

Ainda não se sabe exatamente qual será a data de estreia do Android P, mas as informações sobre a atualização do sistema operacional já estão circulando por aí, uma vez que a prévia da novidade foi lançada na semana passada. O portal internacional Ars Technica testou a nova versão e destacou alguns detalhes que vão desde o design do layout até a funcionalidade.

Leia também: Motorola poderá lançar visor de realidade virtual para celulares Moto Z

Mas, antes de conferir esses ajustes do Android P , saiba que, em breve, você poderá ter em mãos um dispositivo capaz de bloquear notificações consideradas desnecessárias, abrir aplicativos mais rapidamente e ter controle sobre o volume das plataformas de mídia.

Visual e privacidade

Ansioso para conferir o novo sistema operacional?
Divulgação
Ansioso para conferir o novo sistema operacional?

Esqueça as ‘caixinhas quadradas’ que estão agora no seu smartphone. Visualmente, o Android P é composto por fundos brancos com cantos arredondados que podem ser encontrados não só no painel de notificação, mas também em menus de energia e volume.

E a inovação do sistema não está somente na parte "estática". Afinal, o usuário terá um aplicativo com inicialização mais rápida do que as versões antigas e encontrará uma expansão vertical de apps e notificações, que aparecerão imediatamente após o clique no "gerenciador de tarefas". 

Se a privacidade é algo importante para você, o novo sistema operacional deve ser uma boa alternativa, já que o Android P bloqueia acesso ao microfone, câmera e a todos os sensores do SensorManager para apps inativos.

Leia também: Facebook causa polêmica ao perguntar se pedofilia é aceitável na rede social

Outras alterações

Na versão testada, o Android P conta com uma recomendação automática de bloqueador de notificações , o que é útil para "se livrar" dos avisos que não são importantes ou mesmo incovenientes. Desse modo, caso uma notificação seja ignorada pelo usuário, o sistema apresentará uma 'bolinha vermelha' ao lado direito da tela e, assim que for clicada, trará uma mensagem oferecendo o descarte e bloqueio permanente daquele tipo de aviso.

Em relação à tela, parece que, desta vez, há um brilho automático que funciona bem. Ao entrar em um quarto escuro, a luz da tela é reduzida automaticamente e, ao adentrar um ambiente claro acontece o inverso, ou seja, o brilho da tela chega ao máximo. É possível conferir a barra de intensidade de luz deslizar automaticamente em tempo real, basta deixar o painel de configurações aberto e ficar de olho na variação.

Som e texto

Está com fones de ouvido e deu play em uma mídia, mas o volume estava no máximo? Somente quem já passou por essa situação sabe o susto que dá quando isso acontece. Bom, após o lançamento do novo Android, é provável que esse problema pare de acontecer ou se torne menos frequente, pelo menos. Antes de abrir o YouTube, por exemplo, será possível controlar o volume da plataforma por meio da nova caixa de volume.

Por fim, como destaca o portal Ars Technica , “a nova seleção de texto empresta um recurso iOS com um novo amplificador de texto”. Assim, o Android P vem com um zoom sobre o trecho de um texto selecionado pelo usuário, corrigindo uma das complicações das versões anteriores do sistema operacional (nas quais o dedo da pessoa acabava cobrindo praticamente toda a seleção feita). E aí, ficou curioso para conferir a nova versão do Android?

Leia também: iMac Pro começa a ser vendido no Brasil e versão básica sai por R$ 38 mil