Usuários que copiarem e colarem mensagem, no entanto, vão conseguir burlar o mecanismo que segue a origem da mensagem enviada no aplicativo

Brasil Econômico

WhatsApp vai adicionar recurso que permite que usuário identifique se a mensagem que está recendo é original ou faz parte de uma corrente
shutterstock
WhatsApp vai adicionar recurso que permite que usuário identifique se a mensagem que está recendo é original ou faz parte de uma corrente

O WhatsApp admitiu que está testando o funcionamento de um dos recursos mais pedidos pelos usuários do aplicativo . Numa versão Beta que já está sendo utilizada por alguns poucos usuários em todo o mundo, é possível saber quem foi o criador da mensagem que o usuário está recebendo.

Leia também: Facebook vai permitir que usuários avaliem anúncios na rede social

Segundo apuração do El País , a nova versão do WhatsApp não alerta imediatamente o remetente se a sua mensagem foi encaminhada e para quem como a maioria dos usuários esperava, mas notifica o destinatário que a mensagem recebida não é origina; e foi enviada para o remetente antes de ser reencaminhada.

Dessa forma, os usuários conseguirão identificar as cadeias de mensagens, basicamente vendo se a informação recebida é original e, se não, de onde ela veio. Com essa iniciativa, o aplicativo espera combater a disseminação das fake news, considerando que muitas pessoas estão usando a criptografia do WhatsApp para desinformar as pessoas que, enganadas, repassam a informação adiante.

Um dos maiores problemas é justamente que, por dificilmente receber esse tipo de "notícia" da fonte original, muitos usuários acabam associando a credibilidade da informação à confiança que depositam na pessoa que encaminhou a mensagem para ela e desconsideram a possibilidade dessa pessoa ter sido enganada antes e reencaminhado uma informação falsa para ela.

Leia também: Instagram caiu de novo! Rede social fica fora do ar pela segunda vez no mês

O problema, no entanto, é que o novo recurso já conta com uma forma de ser burlado antes mesmo de ser lançado. Isso porque se o texto original enviado for copiado, colado e encaminhado para terceiros novamente por qualquer um dos intermediários da cadeira de disseminação, o sistema do WhatsApp não conseguirá mais reconhecer o lastro e passará a estabelecer o remetente como fonte original da mensagem e não exibirá nenhuma notificação.

Por enquanto, também, a atualização será apenas para dispositivos Android e representa uma das quatro funcionalidades que deverão ser integradas à plataforma ainda esse ano, mas ainda não há uma data para o seu lançamento oficial.

Leia também: Netflix fora do ar! Usuários relatam problemas para conseguir acessar plataforma

Uma nova atualização do WhatsApp que inclua uma notificação direta ao remetente original, possibilitando que o "sucesso" do alcance de uma mensagem seja medido, ainda não foi totalmente descartada.

    Leia tudo sobre: aplicativo
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.