Tamanho do texto

Segundo a empresa, a nova forma de remuneração será mais justa para o motorista brasileiro que reclamava constantemente sobre a porcentagem fixa de cobrança, que não levava em consideração o congestionamento

Brasil Econômico

Mudança vale somente para o motorista da Uber, ou seja, que não deve impactar preço de corridas para o consumidor
Reprodução
Mudança vale somente para o motorista da Uber, ou seja, que não deve impactar preço de corridas para o consumidor

A Uber anunciou uma mudança no modelo de negócio do Brasil nessa segunda-feira (2). Se até então a empresa cobrava uma taxa fixa de 20% a 25% pelo valor de cada corrida, agora, o motorista da Uber cadastrado receberá uma porcentagem de acordo com o tempo e a distância de cada viagem.

Leia també,: Uber vai retomar testes com carros autônomos após se envolver em acidente fatal

Segundo a empresa, a nova forma de remuneração será mais justa para o motorista da Uber brasileiro que reclamava constantemente sobre a porcentagem fixa de cobrança, uma vez que não levava em consideração o congestionamento das cidades.

Vale destacar que o valor das corridas não deve mudar para os passageiros, ou seja, o usuário do aplicativo continuará pagando pelo preço estimado quando um carro é solicitado.

Leia também: Vazou! Uber está testando função que cobra menos de usuários que esperarem mais

Como o motorista da Uber será remunerado?

O motorista que fizer uma viagem distante, mas em um curto espaço de tempo, receberá uma porcentagem menor. Entretanto, se o colaborador do app ficar preso no congestionamento por muito tempo, ele receberá uma parte maior do valor da corrida . Segundo a empresa, é até possível que a Uber fique somente com 1% do valor, dependendo da corrida.

Além disso, a empresa também disse que manterá a cobrança de preço mínimo das corridas e o “multiplicador de preço dinâmico”, responsável por elevar os valores das corridas com a alta da demanda de passageiros.

Leia também: Usuários do Uber no Brasil poderão dar gorjeta para motoristas pelo aplicativo

Uber no Brasil

No País desde 2014, a empresa conta com mais de 500 mil motoristas cadastrados na plataforma brasileira, com mais de 20 milhões de usuários ativos.

Em declaração à agência Reuters , o diretor-geral da empresa no Brasil, Guilherme Telles, disse que a mudança faz parte de um conjunto de iniciativas para aumentar os ganhos de quem escolhe ser um motorista da Uber , como a opção de gorjeta, lançada recentemente.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.