Chistopher Chaney é acusado de ter invadido contas pessoais de celebridades americanas e divulgado seus conteúdos íntimos

Scarlett Johansson: fotos nuas espalhadas pela web após ataque hacker
Getty Images
Scarlett Johansson: fotos nuas espalhadas pela web após ataque hacker
Por Guilherme Abati

O FBI prendeu um homem de 35 anos, natural da Flórida, acusado de ter invadido contas pessoais de celebridades americanas e divulgado seus conteúdos íntimos na Internet. Segundo o The Telegraph Christopher Chaney, nascido em Jacksonville, cidade do estado da Flórida, poderá ser condenado a 121 anos de prisão se for culpado em todas as acusações. Entre as acusações estão a de invasão de privacidade e a de acesso a conteúdo em um computador privado.

As atrizes Scarlett Johansson e Mila Kunis, e as cantoras Renee Olstead e Christina Aguilera são algumas das vítimas de Chaney. A prisão ocorreu depois que fotos da atriz Scarlett Johansson nua surgirem na Internet em setembro.

O FBI acredita que Chaney usava informações públicas para adivinhar as senhas de suas vítimas. Esse tipo de técnica é chamada de engenharia social, e liga com aspectos humanos (e não tecnológicos) da segurança. Em vez de usar as vulnerabilidades dos softwares e sistemas usados pelas celebridades, Chaney foi a uma fonte mais fácil e abundante: a fraqueza das próprias pessoas em revelar informações íntimas na Grande Rede.

A especialidade de um dos hackers mais conhecidos de todos os tempos, Kevin Mitnick, é justamente a engenharia social. E não são apenas pessoas físicas (sejam elas celebridades ou não) que estão vulneráveis a esse tipo de descuido: muitas empresas e órgãos governamentais já foram invadidos por conta de falhas das próprias pessoas em manter dados, contas e senhas em segredo.

Ontem, 13, Chaney apresentou-se em um tribunal na Flórida, mas foi liberado depois de pagar 10 mil dólares de fiança. Não foi informado quando será a próxima audiência.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.