O garoto sueco baixou e compartilhou 24 filmes produzidos nos EUA

Por Fernanda Morales

Na Suécia, um adolescente de 15 anos foi preso e poderá responder pelo crime de download ilegal de filme, o que pode resultar em dois anos de reclusão. O caso veio à tona quando um técnico foi investigar e solucionar o problema de um vírus que tinha atingido a rede de uma escola na cidade de Gothenberg e o técnico descobriu que o vírus partiu do computador particular de um dos alunos. O garoto tinha baixado 24 filmes hollywoodianos incluindo títulos como "A Rede Social" e "O Vencedor".

Crime de download ilegal de filmes pode resultar em reclusão por dois anos na Suécia
Getty Images
Crime de download ilegal de filmes pode resultar em reclusão por dois anos na Suécia
De acordo com o Geek, a diretora da escola chamou o aluno e discutiu uma punição para ele por ter baixado conteúdos ilegais e introduzido um vírus no sistema. Não contente em resolver o problema dentro da escola, a diretora chamou a polícia e o adolescente foi preso.

“Nossa política é sempre notificar a polícia se suspeitarmos que os alunos estejam praticando algum tipo de crime”, afirmou a diretora ao site GP.se. “Não é nosso trabalho investigar, isso é um problema da polícia”.

Depois de cinco meses da descoberta do download ilegal, o julgamento do adolescente começou ontem, 23 de agosto, na corte de Gothenberg. Segundo o site TorrentFreak, esse caso é uma novidade no país, já que nenhuma pessoa dessa idade foi julgada por crimes de pirataria. Além de baixar conteúdo ilegal através do BitTorrent, o garoto também estava distribuindo e compartilhando os filmes com outras pessoas.

Na semana passada, um estúdio californiano que produz filmes pornográficos processou uma pessoa cega por ter baixado ilegalmente seus filmes. A pessoa alega que não poderia ter baixado o conteúdo já que não é capaz de enxergar.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.