Computador de mesa tem tela de 27 polegadas e funciona na vertical e na horizontal

NYT

Por David Pogue

A grande revolução foi o iPad: um computador plano, fino, lindo, quase sem botões, todo sensível ao toque. Mas isso foi há três anos.

Desde então, os rivais da Apple produziram clones do iPad em diferentes tamanhos. 10 polegadas? Que tal 11? Ou 7? Ou 4,5? Somente na linha da Samsung, é possível comprar um tablet para cada tamanho de sapato.

Entretanto, as variações em tamanho não fazem muito mais do que cutucar a agulha no espectro de conveniência. Um pouco maior significa uma área de tela mais ampla; um pouco menor significa melhor portabilidade.

O Lenovo Horizon, que começou a ser vendido nos Estados Unidos por US$1.500 neste mês, porém, não apenas cutuca a agulha – ele a arranca e teletransporta. A tela deste tablet tem 27 polegadas de diagonal (nota da redação: o Horizon não é vendido no Brasil) .

Agora, ouvindo isso, os concorrentes da Lenovo provavelmente têm fumaça de desenho animado saindo das orelhas. "Vinte e sete polegadas? Isso não é um tablet, seu idiota – isso é um PC tudo-em-um!"

E é verdade que o Horizon, olhando-se sob certos aspectos, é um computador de peça única como o iMac. Um suporte na traseira o coloca de pé em qualquer ângulo. Ele vem com mouse e teclado sem fio. Ele roda Windows 8 – a versão real, aquela que executa qualquer um dos 4 milhões de programas do Windows.

Configuração

Ele tem duas entradas USB, quatro alto-falantes bastante poderosos, uma webcam na margem superior, disco rígido de 1 terabyte, leitor de cartão de memória, entradas para fone de ouvido e microfone, 8 gigabytes de memória e uma entrada HDMI para que você possa usar o Horizon como televisão.

Ele possui um processador Intel: o chip i5, o mesmo de muitos laptops. Por mais US$ 200, você pode ter o i7.

Até agora, isso deve soar como qualquer outro PC Windows 8 tudo-em-um, como aqueles da Vizio, Dell ou Hewlett-Packard. No entanto, o Horizon entra em uma cabine telefônica e surge como... o super-tablet.

Modo tablet

Você empurra gentilmente a borda superior, como se pedisse para uma criança voltar a dormir. O Horizon obedece, dobrando-se para baixo até estar completamente deitado sobre a mesa.

Você acabou de testemunhar o recurso de hardware mais impressionante dessa máquina: sua articulação. Ele tem atrito suficiente para sustentar um computador de 8,6 quilos no lugar em qualquer ângulo, mas cede totalmente quando você o empurra com suavidade.

Em qualquer caso, quando o tablet está deitado na mesa, de repente surge uma luz: esse PC vertical se transforma num enorme tablet de mesa. (Como poderíamos batizar essa nova categoria de computador? Table-top? Tablet-op?)

Empurrão na tela deixa Horizon no modo tablet
Divulgação
Empurrão na tela deixa Horizon no modo tablet

Nessa posição horizontal, o Windows 8 desaparece. Em seu lugar há um novo mundo de software chamado Aura, criado pela Lenovo, especialmente adaptado para a computação de mesa. Quando você volta a colocar o tablet de pé, ele se oferece para reiniciar o Windows 8. Você também pode alternar entre os dois sistemas manualmente.

O Aura exibe um disco cinza prateado, uma roda Aura, no centro da tela. Com seus dedos, você pode girá-la, movê-la ou tocar em suas bordas para gerar grupos. Cada grupo da roda representa uma categoria de programas específicos para tablets de mesa.

Um deles exibe suas fotos e vídeos. Exatamente como nos velhos vídeos do Microsoft Surface, de 2008, você pode arrastar fotos pela tela, ampliá-las arrastando cantos opostos, enviá-las a amigos ou girá-las. Várias pessoas podem brincar com fotos, reproduzir vídeos ou até mesmo jogar games simultaneamente. Claramente, este não é o iPad de seu pai.

Jogos

Por exemplo, há um game de hóquei de ar. A Lenovo oferece duas pequenas alças de plástico, que são colocadas sobre o vidro e movidas como as manoplas comuns de hóquei de ar. Como o disco é virtual, exibido apenas na tela, ele pode realizar manobras como deixar um rastro de fogo quando ricocheteia.

E esse é o segredo do apelo do Horizon. Ele é tão grande que duas ou quatro pessoas podem se reunir ao seu redor (tente fazer isso com um iPad Mini).

O aplicativo de Banco Imobiliário é o bom e velho jogo Banco Imobiliário, exceto que o software faz todas as contas, distribui as cartas e até mesmo move sua peça pelo tabuleiro. Você pode considerar essa automação como um terrível passo em direção à preguiça, ou vê-lo como um alívio para a monotonia do Banco Imobiliário.

No total, há nove jogos pré-instalados, cada um escolhido por sua capacidade de explorar a enorme tela sensível ao toque e a configuração para vários jogadores. Num jogo de roleta, por exemplo, você gira a roda com os dedos. No pôquer estilo Texas Hold'em, você pode puxar o canto de uma de suas cartas para espiar.

Para crianças

Outro grupo da roda Aura contém atividades educacionais para crianças pequenas, como aplicativos de livros de colorir e aplicativos de escrever números. Há algo chamado StageLight, um programa de sequenciamento que lhe permite montar blocos de música, camada por camada.

Porém, isso é apenas a ponta do iceberg. Existe uma jovem loja de aplicativos da Lenovo. Ainda mais curiosamente, um programa conversor chamado BlueStackslets lhe permite baixar e instalar milhares de aplicativos feitos para celulares e tablets Android.

Conclusão: não será difícil encontrar softwares para usar.

Então o que é o Horizon? Um PC ou um tablet? A discussão pode durar a noite toda. O fato de sua bateria durar três horas só confunde a questão ainda mais. E há uma peça opcional – um suporte ajustável de US$ 300, desenvolvido especialmente para apoiar e erguer o Horizon (disponível nos próximos meses nos EUA).

Inovação

Uma coisa que o Horizon certamente é, entretanto, é inovador. O conceito é realmente novo. E ele dispensa impecavelmente a ideia de que o entretenimento eletrônico estimula o isolamento e representa um retrocesso em relação aos velhos tempos, quando famílias se reuniam numa mesa de café para noites de jogos.

Infelizmente, as noites de jogos em torno do Horizon podem não se tornar uma tradição tão grande quanto os velhos jogos de tabuleiro. Primeiro porque, por mais inteligente que seja o mundo de Aura, os jogos têm problemas. Você pode ficar um pouco frustrado jogando o hóquei de ar, pois ele não é tão preciso quanto se gostaria. Muitas vezes, essa lentidão estraga parte da alegria.

Segundo, mesmo agindo como um tablet enorme, o Horizon não é portátil como um tablet. Seus filhos não vão querer brincar com ele no banco traseiro de uma viagem longa, a menos que sejam lutadores de sumô.

Felizmente, se a novidade do tablet de mesa realmente cansar, o Horizon sempre poderá ser colocado em sua forma original – como um PC Windows perfeitamente adequado. E ele não custa muito mais do que seus concorrentes verticais. Assim, se você estava considerando um tudo-em-um, comprar um Horizon é quase a mesma coisa.

De qualquer forma, a Lenovo merece muitos créditos por transformar o tablet em algo novo e interessante, algo com um propósito que nenhuma outra máquina preenche de verdade. Há algo realmente novo no horizonte.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.