Aparelho é versátil, já que funciona como notebook ou tablet, mas chega ao Brasil com preço alto, na faixa de R$ 4 mil

Com o lançamento do Windows 8 e seu suporte aprimorado para telas de toque, os fabricantes de computadores passaram a apostar em modelos híbridos, aparelhos que funcionam como notebook e tablet. O Envy x2 11-g050br (R$ 3.999) é a aposta da HP neste segmento, que tem também aparelhos como o Sony Vaio Duo 11, o Asus Taichi 21 , o Lenovo Yoga e o Dell XPS 12. Confira o teste:

LEIA TAMBÉM: Em crise de identidade, fabricantes apostam em híbridos com Windows 8

A favor:

  • Design elegante e sofisticado;
  • Vira tablet facilmente;
  • Tela com excelente qualidade de imagem e boa resposta a toques


Contra:

  • Pouco espaço para guardar arquivos;
  • Windows 8 prejudica uso como tablet;
  • Configuração (processador + memória RAM) apenas modesta;
  • Preço pouco atraente em relação ao combo tablet + teclado Bluetooth.


Design

O design é, sem dúvida, um dos pontos fortes do Envy x2. O corpo do notebook é todo feito em alumínio escovado, um material nobre, elegante e robusto. As teclas são bem espaçadas e confortáveis e o teclado deixa a desejar apenas por não ter iluminação, o que facilitaria digitação no escuro. O espaçamento entre as teclas, porém, é bom e permite digitar confortavelmente mesmo levando em conta que o notebook é pequeno, com tela de 11,6 polegadas.

Acabamento em alumínio é destaque do HP Envy x2
André Cardozo/iG
Acabamento em alumínio é destaque do HP Envy x2

O trackpad é espaçoso e fica em uma altura ligeiramente menor do que a do espaço para as mãos. Ele suporta alguns gestos, como uso dos dois dedos na vertical para rolar páginas e na horizontal para navegação.

Outro detalhe interessante está no cabo de energia. Como ocorre nos modelos da Apple, ele acende uma luz vermelha quando está carregando a bateria e, quando o processo está completo, a luz fica azul. É um detalhe ainda raro em PCs e uma forma fácil de mostrar para o usuário que a bateria está completamente carregada.

A tela é outro ponto alto do Enxy x2. Com resolução de 1.366 x 768 pixels, ela tem a proporção widescreen, o que significa que seriados e outros programas feitos para a TV ocupam a tela inteira, sem barras pretas na horizontal. Com tecnologia IPS, a tela fornece boas imagens mesmo quando o usuário não está diretamente em frente a ela, uma característica útil principalmente no modo tablet.

Configuração

O Envy x2 tem processador Atom Z2760 dual core de 1,8 HGz e 2 GB de RAM. Nos testes do iG ele se saiu bem e não “engasgou” em tarefas básicas, como navegação na web, reprodução de vídeos e fotos. Colabora e muito para isso o armazenamento em memória SSD, bem mais rápida do que um HD convencional. Mas quem pretende usar algum tipo de aplicação mais pesada, como programas gráficos ou de edição de áudio e vídeo, deve procurar um modelo com processador melhor (da linha Core i) e mais memória RAM.

No item armazenamento, o Envy x2 escorrega. O valor nominal de memória para guardar arquivos é de 64 GB. Porém, quando se desconta o espaço ocupado pelo Windows, a partição de recuperação de dados e outras partições de sistema, o usuário fica com bem menos do que isso.

No modelo testado pelo iG havia, além das partições de sistema e recuperação, um espaço de 8 GB não alocado, ou seja, indisponível para o usuário. Com isso, o espaço livre era de apenas 14 GB. Até a publicação deste teste, a HP não esclareceu se esses 8 GB estão em todos os Eny x2 ou apenas no modelo testado pelo iG. O espaço final de 14 GB ainda é suficiente para guardar uma infinidade de planilhas, arquivos de texto e imagens. Mas quem lida com vídeos precisará de um HD externo em pouco tempo.

No quesito portas, o Envy x2 vem com duas USB 2.0, uma HDMI e uma entrada para cartão de fotos SD. Como costuma ocorrer em modelos ultrafinos, ele não tem uma porta de rede Ethernet. É fato que as redes Wi-Fi estão cada vez mais presentes, mas quem viaja muito pode se dar mal ao ficar em um hotel que só tem internet cabeada (algo ainda muito comum). Esse problema pode ser contornado com um adaptador USB/Ethernet, que custa cerca de R$ 20.

De notebok para tablet

Os fabricantes de computadores vêm criando vários métodos para combinar recursos de tablet e notebook num só aparelho. O Lenovo Yoga, por exemplo, tem uma tela que gira 360 graus sobre seu eixo, permitindo que o aparelho seja convertido em tablet apenas girando a tela. Outros modelos, como o Sony Vaio Duo 11, têm uma tela que desliza sobre o teclado e tampa as teclas para transformar o notebook em tablet.

Com o Envy x2 a HP apostou no método mais convencional e que estreou nos aparelhos da série Asus Transformer. Basta destacar a tela do teclado para usar o Envy x2 como tablet. Esse mecanismo tem a vantagem de tornar o aparelho mais leve para uso como tablet, já que o peso da parte do teclado é descartado.

Por outro lado, há um procedimento extra na hora de encaixar a tela na base. Muitos produtos com essa característica acabam falhando ao incluir mecanismos de encaixe ruins. Mas no caso do Envy x2 o encaixe é bem fácil e funcionou perfeitamente durante os testes.

Tablet

O Enxy x2 é claramente um notebook em primeiro lugar e tem o modo tablet como opção em determinadas situações. Como tablet, o Envy x2 quebra um galho para uso ocasional, mas a experiência de uso não se compara à de um iPad ou tablet com Android.

Como tablet, Envy x2 é prejudicado pelo Windows 8
André Cardozo/iG
Como tablet, Envy x2 é prejudicado pelo Windows 8

A culpa não é do hardware, mas sim do sistema que roda no aparelho. O Windows 8 simplesmente não é tão intuitivo quanto o iOS ou o Android em um tablet. No modo tablet, por exemplo, não é possível ver exatamente qual o percentual da bateria ainda resta. Há apenas um ícone que indica visualmente o atual estado da bateria.

Já no aplicativo de vídeo não basta tocar na miniatura do clipe para abri-lo. O usuário tem que tocar uma vez na miniatura para selecionar o vídeo e depois tocar no botão Abrir, que fica bem longe, para ver o vídeo.

Além disso, o Windows 8 ainda sofre com o constante vai-e-vem entre a nova interface e a antiga. Boa parte das opções de configuração do Windows, por exemplo, só pode ser acessada no modo desktop, que tem ícones pequenos e não é projetado para interação com toque dos dedos.

Bateria

Nos testes do iG , a bateria do Envy x2 durou cerca de seis horas em modo notebook, com Wi-Fi ligado e realização de atividades básicas, como navegação na web e reprodução de vídeos. É uma boa duração para um notebook de sua categoria e tamanho.

Já no modo tablet a duração foi de 3h30 também com atividades básicas e Wi-Fi ligado. É um valor bem abaixo da média de tablets convencionais, que costumam ter baterias com duração de 8 horas ou mais. 

Conclusão

Não há dúvidas de que o Envy x2 é um produto elegante e, apesar do pouco espaço para guardar arquivos, adequado para servir como segundo computador (e também ocasionalmente como tablet, ainda que prejudicado pelos problemas do Windows 8).

O preço de R$ 4.000, no entanto, deixa o pacote menos atraente. O preço é até menor do o de outros híbridos (que podem custar até R$ 6.000), o que deixa o Envy x2 mais interessante para quem quer um computador que também vire tablet. Mas, quando notamos que com metade desse valor é possível comprar um bom tablet com teclado Bluetooth e obter vários dos mesmos recursos, o valor de R$ 4.000 fica menos atraente.

Por isso, no fim das contas o Enxy x2 acaba se tornando mais atraente para quem precisa de uma notebook com design sofisticado, fácil de carregar, versátil e que rode aplicações específicas do Windows, como o pacote Office.

Ficha técnica

HP Envy x2 11-g050br

Preço: R$ 3.999
Configuração: Processador Atom Z2760 dual core de 1,8 GHz, 2 GB de RAM, 64 GB de memória SSD (14 GB disponíveis para uso), tela de 11,6 polegadas IPS com resolução de 1.366 x 768, duas portas USB 2.0, uma porta HDMI, entrada para cartão de fotos SD, Wi-Fi b/g/n, Bluetooth, câmeras de 8 MP (traseira para fotos) e vídeo Full HD (frontal para videoconferência), dois alto-falantes Beats Audio.
Dimensões (L xA x P em cm): 30,3 x 20,6 x 1,9
Peso: 1,39 quilo
Bateria: 6 horas em modo notebook / 3h30 em modo tablet

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.