Celular da Samsung tem tela de 5 polegadas e bom custo/benefício

Até bem pouco tempo, quem precisava de um smartphone com suporte a dois chips de operadora tinha que se contentar com aparelhos muito básicos. Mas o aumento de mais de 600% na venda de smartphones dual chip fez com que as grandes empresas apostassem mais nesse mercado, inicialmente ocupado apenas pelo chamados celulares "xing-lings".

Veja testes do Optimus G, Xperia ZQ, Razr D3 e outros smartphones

LG, Sony e Motorola ampliaram recentemente suas linhas de smartphones dual chip. Pioneira entre os grandes fabricantes, a Samsung também lançou novos modelos recentemente, incluindo o Gran Duos (R$ 1.000), da linha Samsung Galaxy . Seu principal destaque é ser um smartphone dual chip com uma grande tela, bem ao estilo do Galaxy S3. Embora seu processamento não seja dos mais poderosos, ele se sai bem no uso do dia a dia. Confira a análise.

A favor:

• Maior tela da categoria;
• Bom custo benefício;
• Fotos razoáveis com a câmera;
• Possui ótimos recursos de movimento;
• Funciona com dois chips SIM.

Contra:

• Mesmo acabamento em plástico dos mais caros da linha Galaxy;
• Não tem vidro do tipo Gorilla Glass, mesmo com tela tão grande;
• Apenas 4GB disponíveis ao usuário;
• Parece, mas não é um smartphone top de linha.

Design

Se você não vai com a cara do acabamento em plástico dos topos de linha Galaxy S3 e Galaxy S4 , também da Samsung, não gostará muito do Gran Duos. Na verdade, no visual dele é muito parecido com o S3, incluindo seu acabamento final todo em plástico. Diferentemente de seus irmãos mais poderosos, o Gran Duos não está na faixa de 2 mil reais, então o acabamento de plástico não é um problema tão grande.

Sim, o celular tem um aspecto um pouco mais frágil por ser todo de plástico, mas uma tela grande como a dele também oferece fragilidade. Assim, é obrigatório ter uma capinha resistente, bem como uma boa película. 

Como outros modelos da linha Galaxy, Gran Duos tem corpo de plástico
Stella Dauer
Como outros modelos da linha Galaxy, Gran Duos tem corpo de plástico

Pesando 162 gramas, o aparelho é mais pesado do que o S3 e o S4, mas possui maior tela do que o S3. A frente é em vidro, enquanto a traseira é em plástico.

As laterais possuem uma faixa de plástico prateado. No geral, sua pegada é boa, mas não é possível interagir com ele usando apenas uma mão.

A frente conta com a tela, saída de som, câmera, sensores, logotipo da empresa, um botão home físico e mais dois capacitivos do sistema.

Na lateral esquerda, os botões de volume; na direita, o de energia. Acima fica a conexão de áudio, enquanto embaixo encontramos microfone e conexão microUSB.

Atrás ficam um flash, saída de som e a câmera, que é proeminente em relação ao aparelho, protegida por uma fina moldura prateada. Não estou certa se isso protege a lente por muito tempo. De todo modo, design não é um dos destaques do aparelho.

Tela

Com cinco polegadas, a tela faz do Gran Duos o maior celular entre os modelos com dois chips. Ela não tem nada de especial, tratando-se de uma TFT multitoque capacitiva com definição de 480 x 800 pixels e com 187 ppi de densidade. Também não há proteção de Gorilla Glass.

Mesmo não sendo perfeita, ela não decepcionou. É possível ver os pixels na tela, mas isso em momento algum atrapalhou qualquer jogo, vídeo ou recurso que precisasse de uma boa tela. Pelo seu valor médio e sua função de dois chips, o resultado que entrega em decentes cinco polegadas é o suficiente.

Hardware e processamento

Quando vemos uma tela tão grande, logo achamos que a potência segue a tendência, e é super forte. Mas aqui não é o caso. De forma alguma temos um processamento medíocre, mas ele não está entre os mais poderosos.

Trata-se de um ARMv7 Cortex-A9 dual core de 1.2GHz, com GPU Broadcom VideoCore IV. As especificações dizem que o Gran Duos tem 1GB de RAM, mas os aplicativos sobre informações dos aparelhos acusam 800 MB. Essa GPU é inferior à popular Mali-400, mas deixa o aparelho mais barato.

Em nossos testes de performance com o aplicativo de benchmark AnTuTu, o Gran Duos obteve 7.087 pontos, com três estrelas. Para sua categoria, esse é um resultado muito bom. Fica abaixo de aparelhos como o RAZR original, mas acima do tablet Galaxy Note 10.1 e do Galaxy Tab 8.9, ambos da Samsung.

Quando testado com o exigente jogo Batman: The Dark Knight Rises, seu desempenho foi ótimo. Com alguns tropeços em situações pouco frequentes, ele levou sem problemas o título, que pode ser jogado sem perda de oportunidades. Na multitarefa, ele só começou a dar ares de cansado a partir de 15 aplicativos abertos simultaneamente. Por isso, mesmo não sendo poderoso, ele serve bem para as funções do dia-a-dia.

Nas conexões, ele é bem completo, faltando somente o NFC. Ele conta com Wi-Fi 802.11 a/b/g/n dual band, WiFi hotspot, DLNA, GPS com A-GPS e GLONASS, Bluetooth 4.0, 3G e até Wi-Fi Direct, conexão rápida que pode ser feita entre um ou mais aparelhos, sem precisar de um ponto externo de Wi-Fi.

Os sensores também são muitos: proximidade, luz, orientação, magnetômetro (aquele que desliga a tela com capinhas especiais), acelerômetro, giroscópio, gravidade, aceleração linear e rotação. Ele suporta HTML5 e Java, esse último via emulador MIDP. Ele é dual SIM, e funciona com chips de tamanho normal.

Sistema operacional e usabilidade

O sistema que roda no I9082 é o Android 4.1.2 Jelly Bean. Há um anúncio oficial da Samsung informando que ainda em 2013 esse aparelho deve receber atualização para a versão 4.2.2. 

A interface TouchWiz está presente aqui, e ela traz sempre aquela cara mais colorida para o aparelho. Se a UI da Sony traz seriedade, a da Motorola é um equilíbrio e a da LG está em busca de uma identidade final, amigável é um bom termo para a TouchWiz. Os ícones são coloridos, chamativos e não perdem o ar lúdico.

Tudo no sistema é mais brilhante, com contrastes de preto e cinza com verde limão e ícones mais descontraídos. É como se a interface chamasse o usuário a interagir, a conhecê-lo. E por isso mesmo, não há excesso de configurações complexas, e o aprendizado é bem rápido.

Mas algo que pode ser citado como incômodo é a presença de apenas três botões padrões do sistema, sendo um deles físico e outros dois capacitivos, fora do display. É sabido que nessas últimas versões o Android funciona com quatro botões incorporados à tela, e não entendo essa teimosia da Samsung, que chega até mesmo ao Galaxy S4, o topo de linha da empresa.

Gran Duos roda Android 4.1 com interface TouchWiz
Stella Dauer
Gran Duos roda Android 4.1 com interface TouchWiz

Sendo assim, se você vem de outro Android, a ordem e a posição dos botões pode confundir por um tempo. De resto, ele é confortável. As posições dos botões de energia e de volume são boas, e podem ser acessados com apenas uma mão. A tela, por ser muito grande, vai precisar de mais dedos e de uma mãozinha.

O teclado virtual é o já conhecido da Samsung. As teclas são pequenas, mas espaçadas entre si, com resposta háptica (vibração quando é tocado) e som. Há a possibilidade de utilizar a tecnologia de escrever deslizando os dedos e sugestão de palavras corretas, mas essa última não corrige automaticamente as palavras. 

O modo de bloqueio desativa as notificações apenas dos recursos que você escolher. Ele funciona com alguns sistemas de gestos que vimos pela primeira vez no S3. Ao virar o aparelho com a tela para baixo você pausa a música ou o filme, adia alarmes e silencia o aparelho como um todo, entre muitos outros possíveis.

Arrastar a lateral da mão de um lado para outro da tela tira um screenshot; levar o aparelho ao ouvido atende automaticamente a chamada; dar dois toques no topo do aparelho faz voltar para o início de uma lista; encostar os dois dedos na tela e trazer o aparelho para perto de si aproxima uma imagem ou página na internet.

Para quem entende pouco de smartphones, é possível escolher o Modo Fácil como tela de início. Ele transforma a home, e insere widgets grandes que levam às tarefas mais básicas, como ajustar alarme, contatos favoritos, apps favoritos, configurações favoritas, entre outros.

Há uma área específica para o gerenciamento dos dois chips SIM, e nela você pode escolher desativar algum deles, escolher qual faz chamada, qual recebe mensagens, qual ativa o pacote de dados, entre outros. É possível até mesmo receber chamadas dos dois chips ao mesmo tempo, mesmo quando se está em uma chamada.

E uma das funções mais legais da Samsung também está presente no Gran Duos, a multijanela. Com esse recurso, você pode deixar até dois aplicativos ligados ao mesmo tempo, dividindo a tela. Perfeito para assistir um filme enquanto escreve um email, ou acompanha o bate papo.

O recurso de economia de energia ajuda a preservar a bateria, mas se você está cansado de ver a tela se desligando na sua cara enquanto você lê, a suspensão inteligente ajuda nisso, e mantém a tela ativada enquanto perceber que você está olhando para ela.

Aplicativos

Ao todo, são 51 aplicativos já embutidos no Gran Duos. Pode parecer muito, mas boa parte é ou do pacote oficial do Google, ou do sistema da Samsung. Os que vieram extras, geralmente, são bem úteis. De terceiros, temos Flipboard, Dropbox e o jogo Little Big City.

Da Samsung temos ChatON, Game Hub (lojas de jogos), Gravador de voz, Meus arquivos, Music Player, S Memo, S Planner, S Suggest (app de sugestão de apps), S Voice (comandos de voz para o aparelho), Samsung Apps (loja de aplicativos da marca), Samsung Link (compartilhamento com outros tipos de eletrônicos), Video Hub e Video Player.

Veja quatro tocadores de vídeo para Android

O app Reprodução em grupo utiliza o WiFi Direct para mostrar imagens, apresentações, documentos e músicas para um grupo de pessoas, cada um com seu aparelho.

Chat em grupo, Chrome, Configurações dos serviços Google, Gmail, Google, Google+, Hangouts, Local, Mapas, Navegador GPS, Pesquisa por voz, Play Filmes (é reprodutor e também loja), Play Livros (é leitor e também loja), Play Store e YouTube são os aplicativos da Google para o sistema.

No sistema em geral, algumas coisas não precisavam ser um app individual, e sim parte da configuração, como Chamadas não recebidas, Economia de energia e Roteador. Mais alguns do sistema: Ajuda, Calculadora, Câmera, Configurações, Contatos, Downloads, E-mail, Galeria, Internet (se tem o Chrome, porque mais um?), Manual do usuário, Mensagens, Rádio FM, Relógio e Telefone.

Câmera

Sua câmera e os recursos de captura foram bem satisfatórios. O sensor não é incrível, tendo 8 megapixels, mas a qualidade do conjunto é que faz a diferença.

Conheça 5 apps para melhorar fotos no Android

A câmera traz autofoco, flash LED, geotagueamento, foco por toque, estabilização de imagem e detecção de rostos e sorrisos. O importante mesmo é olhar as funções extras apresentadas. A qualidade das fotos foi boa. Em boa luz, ficaram muito boas, e com pouca luz apresentaram granulados bem discretos. A estabilização, entretanto, me deixou na mão algumas vezes.

Câmera do Gran Duos tem 8 megapixels
Stella Dauer
Câmera do Gran Duos tem 8 megapixels

O aplicativo nativo já vem com vários filtros que podem ser usados tanto nas fotos como nos vídeos. Outros ajustes normais, como controle de branco, ISO, temporizador, exposição, modo de foco e medição não foram esquecidos.

O Buddy Photo envia as fotos automaticamente para seus amigos, conforme eles forem sendo reconhecidos nas fotos (que função mais perigosa…).

A função similar Share Shot permite que, enquanto você tira fotos, elas já sejam automaticamente partilhadas com outro aparelho. E com o Face Zoom, a câmera reconhece o rosto de um amigo e foca sempre nele, até mesmo quando movimentamos o smartphone.

O vídeo é gravado em qualidade Full HD (ou menor, se você quiser) a 30fps. Enquanto filmamos, podemos também tirar fotos. A gravação também foi satisfatória, até mesmo em 1080p. A câmera frontal tem 2 megapixels, um bom número para esse item. Com ele é possível fazer boas chamadas por vídeo, e até tirar algumas fotos. Infelizmente, não há botão físico dedicado para fotos, então você vai depender mesmo da tela.

Música e mídia

O som externo, para músicas, é um pouco estourado e tem pouca qualidade. Já os fones intraauriculares que encontramos na caixa são muito bons. O estéreo é poderoso, os graves e agudos são equilibrados. Para um aparelho nesse valor, os fones que o acompanham são uma boa surpresa, e não precisam ser substituídos.

O rádio FM é especial. Além de contar com a tecnologia RDS, que mostra informações da faixa que está sendo reproduzida, também grava a programação e pode transmitir pelos alto-falantes, embora precise dos fones para funcionar.

É preciso lembrar que sua tela não tem uma grande resolução, não chegando nem a HD. Entretanto, em nossos testes o aparelho exibiu vídeos em Full HD sem engasgar, e com razoável qualidade de imagem. Se você não chega esperando muito, as 5 polegadas podem satisfazê-lo para filmes, seriados e jogos. Ele não possui conexão HDMI, mas com o protocolo MHL você pode realizar uma conexão com uma HDTV via adaptador.

A única saída de som fica na traseira do aparelho, e por isso não é estéreo. Ainda assim, mostrou competência para vídeos, mesmo com os agudos se sobressaindo um pouco. Graças às bordas maiores nas partes superior e inferior do aparelho, segurá-lo para assistir algo não leva a enganos e toques errados. No geral, é bem confortável assistir um filme no Gran Duos.

Bateria e armazenamento

A bateria tem boa duração, considerando seus 2100 mAh. Em uso normal durante o dia, com checagem de e-mail, ligações esporádicas, mensagens de texto e fotos, ele passou de 15 horas, durando normalmente um dia em que você está acordado. Mantenha-o carregando durante a noite e ele te servirá bem durante um dia comum.

Gran Duos tem bateria com boa duração
Stella Dauer
Gran Duos tem bateria com boa duração

Já no uso pesado, com direito a filmes, jogos e música, esse número cai para 9 horas, o que continua sendo um bom resultado. Não é maravilhoso, mas mantém-se sem problemas em uma confortável média. Se deixado bem quieto, pode passar dos dois dias de carga.

No armazenamento, fica um pouco complicado. Embora anuncie 8 GB de espaço, o Gran Duos disponibiliza apenas 4 GB de armazenamento para o usuário. E, uma vez que o Jelly Bean não permite a instalação de aplicativos no cartão de memória, esse pode ser um espaço bem limitado para o usuário.

Ainda assim, para quem curte músicas e filmes, é possível instalar um cartão de memória micro SD de até 64GB nesse aparelho, permitindo carregar junto com você toneladas de arquivos de mídia.

O que vem na caixa

A caixa do Gran Duos é engraçada. Como no exterior ele é conhecido apenas como Grand, aqui no Brasil a embalagem recebeu um adesivo para incluir o Duos e trocar o Grand por Gran, provavelmente para ter mais apelo de vendas.

De qualquer forma, dentro dela temos o aparelho, bateria, cabo USB, carregador de viagem, fones de ouvido, borrachinhas para os fones, guia rápido e outros papéis.

Para quem é

Apesar de espantar pelo tamanho, é bom não se empolgar muito com o Gran Duos, e colocá-lo em sua categoria verdadeira de aparelho dual chip. Ele não é super poderoso, não é um smartphone top de linha, mas em sua área ele é rei, pois é o único dual chip a ter uma tela tão grande como essa.

Por isso, se você está atrás de um smartphone que aceita duas linhas ao mesmo tempo, quer tela grande e um processamento decente, o Gran Duos é única e melhor opção do mercado.

Ficha técnica

Samsung Galaxy Gran Duos I9082

Preço: R$ 1.000
Configuração: tela de 5 polegadas com resolução de 480 x 800 pixels, sistema Android 4.1.2 Jelly Bean, processador 1.2 GHz Cortex-A9 dual core, 800 MB de RAM, 3G, 8 GB de memória interna + entrada para cartão, câmera de 8 megapixels com flash LED, Wi-Fi 802.11 a/b/g/n dual band, Wi-Fi hotspot, GPS com A-GPS e GLONASS, Bluetooth 4.0, 3G, DLNA, Wi-Fi Direct.
Dimensões: 14,3 x 7,7 x 0,96 cm
Peso: 162g
Autonomia de bateria: Até 15 horas em stand-by / Até 9 horas em conversação e internet
Itens inclusos: aparelho, bateria, manuais, carregador com fio, fones de ouvido, SIM e cabo USB.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.