Aparelho de entrada da Nokia é rápido e tem boa relação entre custo e benefício

A Nokia tem gradualmente apresentado celulares mais baratos com Windows Phone . A ideia é concorrer com aparelhos básicos com Android e preço na faixa de R$ 500. O Lumia 520 (R$ 440) é o mais recente exemplo dessa estratégia. Com preço médio abaixo dos R$ 500, ele conta com tela grande, câmera razoável, bons recursos de entretenimento, mapa ótimo e a última atualização do sistema, coisa que o Android não costuma fazer. Vamos conferir o teste.

Veja testes do iPhone 5s , Galaxy Note III , Xperia Z1 , LG G2 e outros smartphones

A favor:

• Compacto e com material de qualidade;
• Boa tela;
• Bom custo/benefício.

Contra:

• Não possui câmera frontal;
• Não suporta função Glance (que deixa relógio e outras informações na tela quando aparelho está em modo descanso).

Design

O 520 se parece com os outros aparelhos da linha Lumia. Entretanto, seu acabamento bem fosco o diferencia dos outros celulares. A traseira fosca suja mais e mais rápido, mas dá uma elegância que os modelos brilhantes não dão.

Como tem traseira fosca, o Lumia 520 também é menos sensível a riscos e as marcas de dedo só aparecem se sua mão estiver muito suja. 

Lumia 520 tem traseira de plástico fosco
Stella Dauer
Lumia 520 tem traseira de plástico fosco

As molduras ao redor da tela não são muito pequenas, mas no geral é um aparelho bom de se levar na mão. O acabamento pode levar a deslizes, então é melhor usar case e película. Na parte de trás temos câmera, logotipo e uma pequena saída de som.

Na parte de cima fica apenas a conexão de áudio, enquanto que embaixo há somente a conexão microUSB. Os botões ficam todos do lado direito, onde temos os botões de volume, o de energia e o exclusivo para fotos. Sem indicação do que é o quê, leva um tempinho para parar de trocar o da foto pelo de energia.

A frente em vidro acomoda a tela, saída de som, microfone, sensores e três botões capacitivos do sistema. Com 124 gramas ele não é muito leve, mas o peso também não atrapalha.

Tela

A tela tem boa qualidade e bom tamanho para o valor do celular. Com 4 polegadas e definição de 480 x 800 pixels, ela conta com densidade de 233 ppi, o que não é nada mau. É até possível ver os pixels na tela, mas isso não incomoda em nada.

Não temos aqui a boa tecnologia de display ClearBlack da Nokia. Mas, como a tela tem tecnologia IPS, a qualidade é boa, embora os pretos não sejam tão escuros. 

O vidro que a recobre possui proteção contra riscos, mas deixa aparecer muitas marcas de dedo. Não é um vidro muito macio, mas a interação com o sistema é ótima.

Hardware e processamento

O conjunto de processamento é simples, mas eficaz. Com chipset Qualcomm MSM8227, CPU dual core de 1GHz, GPU Adreno 305 e 512MB de RAM, ele até que surpreendeu no desempenho.

A pontuação de 7.720 no AnTuTu não foi das melhores, mas em testes com jogos como Need for Speed Hot Pursuit, Angry Birds Star Wars e outros, ele rodou tudo sem qualquer tropeço, e com velocidade muito boa. O Lumia 520 também não apresentou problemas nas tarefas mais comuns. 

Nas conexões sem fio, há todo o necessário para um smartphone: Wi-Fi 802.11 a/b/g/n dual band, WiFi hotspot, GPS com A-GPS e GLONASS, 3G e Bluetooth 4.0 com A2DP e LE. O aparelho é quadriband e funciona com chip de operadora do padrão microSIM.

Sistema operacional e usabilidade

O sistema presente é o Windows Phone 8, a última aposta da Microsoft e da Nokia para o mundo móvel. A atualização para a nova versão, denominada Amber, já saiu e foi aqui atualizada. Mas infelizmente o Lumia 520 não recebeu o suporte para o modo Glance, que deixa relógio e outras informações na tela quando aparelho está em modo descanso.

Entre as principais novidades estão o aplicativo Smart Camera (além de melhorias na qualidade das fotos), rádio FM e o silenciamento de chamadas apenas virando o telefone. 

O WP8 é minimalista e clean e parece correr para a direção oposta do Android e do iOS, evitando excessos como notificações (que vão fazer falta a quem já usou esses outros dois sistema), telas de fundo, designs diferentes para cada aplicativo, entre outros.

Lumia 520 roda Windows Phone 8
Stella Dauer
Lumia 520 roda Windows Phone 8

O teclado possui teclas grandes e funciona muito bem quando segurado com as duas mãos e utilizado com os dois dedões. A resposta é boa, e há teclas práticas como cedilha, ".br" e arroba na primeira página. Seria melhor, porém, se tivesse previsor e corretor de palavras, além de algum sistema similar ao Swype.

Deslizando o dedo encontramos os aplicativos disponíveis, em uma lista, e fora essas duas janelas, todo o resto do sistema apresenta muito texto.

A fonte utilizada é fina, e os fundos sólidos geralmente pretos ou brancos deixam o aspecto da interface bem leve. No geral, é tudo bem minimalista.

Contas de serviços de email e redes sociais são inseridas diretamente nos ajustes, e o sistema cria atalhos para os emails. Resumindo, ainda faltam apps na loja, mas o aparelho em si já é praticamente autossuficiente para quem deseja um smartphone prático e sem complexidades.

Ainda é um problema lidar com alguns aplicativos. A interface, que é minimalista para o bem em muitas situações, em apps mais complexos pode ser um obstáculo. Quem está a costumado a usar clientes de email bem completos, como o Gmail por exemplo, poderá se irritar com o app de email, onde faltam ainda muitas funções.

Com atualização, Windows Phone suportará Full HD e chips quad core

Algumas outras coisas também irritam. Para ver o multitarefa, é preciso manter pressionado o botão voltar, mas lá você não pode desligar os apps. Para fazer isso, é necessário ficar apertando botão voltar diversas vezes, até que só sobre a home e não haja para onde retornar.

A loja não informa corretamente sobre as atualizações de apps. Muitas vezes você precisa entrar em cada um deles na loja para descobrir que precisam ser atualizados.

Dá para dizer que faltam duas funções cruciais nesse sistema. Uma central de notificações para todos os aplicativos e também alguns atalhos para gerenciar conexões e outros itens sem precisar ficar indo às configurações toda vez.

Aplicativos

O Lumia vem com 30 aplicativos, e entre eles temos os tradicionais do sistema: Ajuda+Dicas, Alarmes, Calculadora, Calendário, Câmera, Configurações, Fotos, Hotmail, Internet Explorer, Loja, Mensagens, Música+Vídeo, Pessoas e Telefone.

O Windows Phone tem outros apps embutidos que são de extrema utilidade. O conjunto de HERE de mapas da Nokia é sensacional, e conta com o HERE Maps e o HERE Drive+, com mapa normal e navegação via GPS.

Veja 10 aplicativos úteis para Windows Phone

Outros também merecem menção, como o Carteira, que guarda informações de compra e mostra ofertas. Transferir meus dados te ajuda a trazer dados de outros aparelhos, como contatos e histórico de chamada (serve em diversos sistemas).

Também temos o Office, o bloco de notas OneNote, Melhores apps (app de sugestão de apps), Foto inteligente (tira várias fotos para escolher a melhor), Nokia Care (centro de ajuda), Nokia Cinemagraph (faz GIFs animados) e a loja de músicas Nokia Música. De terceiros, temos Angry Birds Roost.

O Jogos é um centro de gerenciamento bem completo. Você se conecta a sua conta da Microsoft, e ela acessa também seus dados na Live do Xbox, e junta informações do celular e do console (caso você tenha um). É possível ver seus amigos e verificar pontuação em títulos. Seus jogos mobile ficam lá também.

Instagram chega ao Windows Phone, mas incompleto

A loja do Windows Phone vem melhorando a cada dia. Muitos apps famosos, assim como jogos clássicos, já são vistos por lá. É verdade que ainda tem muita porcaria, mas com o tempo os mais populares tomarão conta.

Você não irá ver as sensações mais atuais do iOS, mas encontrará coisas como Batman, Cut the Rope, Where's my Mickey, Asphalt 7 e apps úteis como Facebook, WhatsApp, Skype, Easy Taxi, Netflix e mais. 

Uma coisa é legal de ser observada. Na loja do Windows Phone muita coisa em destaque é da própria Nokia. São apps nem tão famosos com os para iOS ou Android, mas exploram recursos dos aparelhos da marca e trazem algumas inovações.

Câmera

Nesse quesito tivemos um resultado bom, não ótimo. Com sensor de 5 megapixel de tamanho de 1/4", foco automático, geotagueamento e filmagem em até 720p (HD simples), temos aqui algo bem básico.

Lumia 520 tem câmera de 5 megapixels
Stella Dauer
Lumia 520 tem câmera de 5 megapixels

As imagens capturadas ficam muito boas na tela do aparelho, e até servem sem problemas para as redes sociais, mas a qualidade não é superior. Não esperava mais para seu valor médio, e ela ainda supera concorrentes, mas não há flash e nem ajustes como temporizador.

Em boa luz, ela pode granular ligeiramente as áreas mais escuras. As cores são boas e o resultado é bom, mas a fidelidade de cores fica um pouco abaixo do desejado. Em alguns casos, cores muito fortes podem ficar chapadas. Em situações de menus luz, a imagem tem muitas granulações.

O app principal da câmera é bem simples. São quatro cenas, ajustes de ISO, valor de exposição, equilíbrio de branco e proporção, além do foco contínuo no vídeo. Fora isso, você apenas escolher se quer câmera ou filmadora.

Entretanto, um ícone na interface leva a outros apps de foto do sistema ou baixados, como o 6tag, foto inteligente, cinemagraph e outros.

Já o Smart Camera, que chegou com a atualização para o Amber, tem diversas funções interessantes. Tira objetos indesejados das fotos, faz várias fotos em uma (como aquelas de ação), prioriza cenas de movimento, permite escolher as melhores fotos em várias, entre outros.

Música e mídia

São bem poucos os Nokias que mandam mal nas mídias, e o 520 não está entre eles. A saída de som na traseira é bem pequena, mas isso não impede que o volume seja muito alto. Não é muito abafado, e peca ligeiramente pelo excesso de agudos e falta de graves, problema comum em smartphones.

Os fones que acompanham a caixa são convencionais e têm um aspecto bem simples, mas são de boa qualidade. Bem discretos, se encaixam bem na orelha e não precisam ser substituídos em um primeiro momento. Contam com bom estéreo e graves e agudos equilibrados. Ah, e ele tem rádio FM.

Identificador de músicas do Windows Phone 8 chega ao Brasil

O Dolby Headphone Sound Enhancement melhora perceptivelmente a qualidade. Você também pode configurar um equalizador no sistema. O aplicativo Nokia Música é sensacional. Se conectado à internet, mostra fotos do artista como fundo de tela, e em uma área especial, apresenta notícias, galeria de imagens, tweets e também canais e música gratuita.

A tela é boa para vídeos. Ela não possui nem resolução HD, mas a tecnologia IPS segura bem as cores e a acuidade. Com 4 polegadas, ela tem um tamanho interessante para ver filmes, seriados e outros. Não é a tela de um aparelho top, mas agrada muito mais do que aparelhos na mesma faixa de preço.

Bateria e armazenamento

Com 1430 mAh, a bateria não desagradou, embora não tenha números fantásticos. Em uso mais pesado, com ligações, jogos grandes, internet e outros, alcançou 9 horas de carga. Para músicas dura bem mais, passando das 50 horas.

Se usar para ligações apenas, e deixar o WiFi/3G ligado esporadicamente, ele passa de um dia tranquilamente.

Acho que o único defeito mais sério no Lumia 520 é seu armazenamento, Embora possua slot para cartão de memória com suporte para até 64 GB, seu espaço interno é de apenas 8GB, dos quais 7.23 GB estão disponíveis para o usuário.

Ainda assim, os apps para Windows Phone não são dos mais pesados, e será possível instalar bastante coisa na memória, deixando o microSD para fotos, filmes e músicas.

O que vem na caixa

Sucinta, a caixa economiza até no cabo USB, que é bem curtinho, um costume da Nokia. Além dele, temos o aparelho, bateria, fones de ouvido convencionais com microfone, manual e carregador com fio.

Para quem é

Aqui temos uma verdadeira evolução. Seu antecessor, o Lumia 510, não fez muito sucesso, ainda mais porque o Windows Phone ainda não tinha mostrado ao que veio. O 520 é um smartphone maduro, com ótimo custo benefício e bons recursos.

Aqueles que nunca tiveram Android, ou até mesmo um smartphone, podem pensar seriamente no 520 como um primeiro aparelho, muito econômico. A loja de apps ainda não é das melhores, mas todo o necessário para o seu uso como comunicador e centro de entretenimento já está disponível, e inclusive já vem no aparelho.

Ficha técnica

Nokia Lumia 520

Preço: R$ 440
Configuração: tela de 4 polegadas com resolução de 480 x 800 pixels, sistema Windows Phone 8, processador de 1GHz dual core, 512MB de RAM, 3G, 8 GB de memória interna, câmera de 5 megapixels, WiFi 802.11 a/b/g/n dual band, WiFi hotspot, GPS com A-GPS e GLONASS, Bluetooth 4.0.
Dimensões: 11.2 x 6.4 x 0.75 cm
Peso: 124g
Autonomia de bateria: Até 30 horas em stand-by / Até 9 horas em conversação e internet
Itens inclusos: aparelho, bateria, manual, carregador com fio, fones de ouvido e cabo USB.

CONTINUE LENDO:

Windows Phone pode ganhar painel de notificações

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.