Aparelho da Sony tem todos os recursos possíveis, design elegante e bom desempenho. Mas preço de R$ 2.600 restringe apelo

A Sony demorou a entrar no mercado de tablets e, diferentemente da Samsung, não tem a estratégia de lançar muitos produtos. A empresa japonesa tem concentrado esforços em poucos (e bons) tablets, e o Xperia Z2 Tablet (R$ 2.599) é o mais novo lançamento da empresa. O produto mantém o design e o corpo levíssimo e ultrafino do Xperia Z e traz algumas boas novidades, como o recurso de TV digital. Vamos ao teste.

LEIA TAMBÉM:
Testes do iPad Air , Tegra Note 7 , Fonepad 7 e outros tablets

A favor:

- Configuração excelente;
- Tela de alta resolução e ótima qualidade;
- Recurso de TV digital;
- Um dos poucos tablets com 4G;
- Fino e leve.

Contra:

- Alguns aplicativos incluídos pela Sony têm pouca utilidade.
- Alto preço.

Design

A Sony é conhecida pelo design caprichado de seus produtos, e nesse tablet a tradição é mantida. O Xperia Z2 Tablet é ligeiramente mais fino do que o iPad Air, com 6,3 milímetros de espessura. O aparelho também é ultraleve e pesa apenas 439 gramas, novamente superando o iPad Air.

Portas do Z2 Tablet são protegidas por tampas de plástico
André Cardozo/iG
Portas do Z2 Tablet são protegidas por tampas de plástico

E não são só as dimensões que se destacam no aparelho. O Xperia Z2 Tablet é muito confortável de segurar, graças à traseira de material emborrachado com laterais em metal. Há apenas dois discretos botões físicos, um de liga/desliga no formato redondo, como é característica da linha Xperia, e um de volume.

Todas as portas do aparelho possuem tampa plástica. Além de colaborar para o visual elegante, as portas garantem a proteção do aparelho contra água e poeira. A antena, usada no recurso de TV digital, fica discretamente acomodada no canto superior direito do aparelho.

Uma característica curiosa do Z2 Tablet é que, ao contrário da maioria dos rivais, ele parece ter sido criado para uso na horizontal. O logotipo da Sony, por exemplo, fica na parte horizontal. A webcam também fica na parte mais longa do aparelho, de modo similar à uma webcam de notebook.

Obviamente é possível usar o aparelho normalmente na vertical para ações como navegação na web e leitura de livros. Mas o design do Z2 Tablet favorece o uso horizontal, mais frequente em atividades como vídeos e uso como notebook, em conjunto com teclado.

Configuração

Aqui, não há muito o que comentar. O Z2 Tablet tem uma configuração excelente, com o poderoso processador Snapdragon quad core de 2,2 GHz e 3 GB de RAM. Com essa configuração, o Z2 Tablet obteve excelentes marcas nos benchmarks usados pelo iG , similares aos dos aparelhos Galaxy S5 e Galaxy Note III. Foram 33.062 pontos no AnTuTu, 17.153 pontos no Quadrant e 2.619 pontos no Vellamo HTML, números apenas pouco inferiores aos do Galaxy S5.

O iG também testou o aparelho com diversos jogos pesados, como Dead Trigger 2 e Galaxy On Fire HD 2, e todos rodaram muito bem, sem engasgos.

A tela sem dúvida é um dos pontos fortes do aparelho. Com resolução de 1.920 x 1.200 e tecnologia IPS, ela proporciona imagens de excelente qualidade, com bons níveis de brilho e contraste. A única reclamação que se pode fazer é que ela reflete muito os objetos na tela, o que pode ser um incômodo principalmente em locais com muitas lâmpadas espalhadas.

A boa qualidade da tela vem a calhar principalmente ao usar a TV digital, um dos diferenciais do produto e que funcionou perfeitamente nos testes do iG . O Z2 Tablet tem até uma antena embutida na parte superior do aparelho, que pode ser usada para melhorar a recepção. O tablet também tem sensor infravermelho, o que permite usar o aparelho como controle remoto de TVs. Também é um dos poucos modelos no mercado com acesso a redes 4G (chip do padrão microSIM).

Além disso, o tablet tem os recursos obrigatórios, como câmeras frontal e traseira. Elas não podem ser comparadas a câmeras de smartphones de primeira linha, mas dão conta do recado para fotos casuais em ambientes com boa iluminação.

Sistema e aplicativos

O Xperia Z2 Tablet roda a versão 4.4 KitKat do Android, com uma inteface modificada pela Sony. Em relação ao Android "puro", ela é mais colorida e mais rica em efeitos visuais. Ao mudar de uma página de apps para outra, por exemplo, a transição é feita com um discreto efeito 3D, no lugar da transição simples e sem firulas do Android "puro".

Z2 Tablet roda a versão 4.4 do Android
André Cardozo/iG
Z2 Tablet roda a versão 4.4 do Android

A Sony traz uma boa quantidade de apps próprios e de parceiros no aparelho. Alguns deles, como o pacote de escritório OfficeSuite 7, são realmente muito úteis.

Por outro lado, outros apps são pouco úteis, têm ações limitadas ou apenas duplicam recursos já existentes em outros apps. O TrackID TV, por exemplo, identifica o som do programa de TV, mas não funciona em português, o que limita sua utilidade. Já o Social Life agrega atualizações de notícias do Facebook e do Twitter. É um bom app, mas muita gente prefere usar os aplicativos nativos dos sistemas para ter todos os recursos das redes. 

Nenhum desses apps ocupa muito espaço e a maioria pode ser desinstalada. Ainda assim, o excesso de aplicativos de utilidade questionável pode incomodar os usuários que gostam de um produto "enxuto", apenas com os apps realmente usados. 

Bateria

Nos testes do iG , o Xperia Z2 Tablet não foi tão bem no quesito bateria. Em um teste mais exigente, com vídeo em tela cheia, brilho no máximo e Wi-Fi ligado, a bateria durou cerca de sete horas. Outros tablets de tamanho similar chegam a 10 horas sob as mesmas condições.

Conclusão

Com o Xperia Z2, a Sony traz níveis de acabamento de design similares ao da Apple para os tablets com Android. É verdade que o corpo ainda é de plástico, e não de metal, como o do iPad. Mas o aparelho da Sony está no nível do rival em termos de peso, tamanho e desempenho. O Z2 Tablet traz ainda diversos recursos pouco comuns e úteis, como TV digital, infravermelho e acesso a redes 4G. Em suma, é um tablet "premium", uma raridade em um mercado inundado por tablets Android baratos e intermediários.

O preço é o único fator que diminui o apelo do produto. Um iPad Air com 4G e 16 GB de memória custa R$ 2.050. E com R$ 2.600 dá para comprar dois tablets de R$ 1.000 de boa qualidade e ainda sobra dinheiro. O produto, portanto, deve acabar tendo mais apelo para executivos de empresas e outras pessoas que precisam de 4G com frequência e valorizam o design, a leveza e a elegância do aparelho. 

Ficha técnica

Xperia Z2 Tablet

Preço médio: R$ 2.600
Configuração: tela de 10,1 polegadas com resolução Full HD (1.920 x 1.080), processador Snapdragon quad core 2,2 GHz, 3 GB de RAM, 16 GB de armazenamento interno (11,5 GB disponíveis), entrada para cartão microSD, câmera traseira de 8 megapixels, TV digital, Wi-Fi b/g/n, Android 4.4 KitKat, proteção IP58 contra poeira e água.
Dimensões (cm): 26,6 x 17,2 x 0,63
Peso (g): 439

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.