Hackers queriam denunciar as perdas de 600 empregos diretos do grupo

Bruxelas - O grupo de piratas da informática Anonymous bloqueou nesta sexta-feira o site do gigante siderúrgico ArcelorMittal, em protesto contra o fechamento parcial das atividades na fábrica do grupo em Liège, segundo informa o próprio grupo em um vídeo postado no portal YouTube.

"Anonymous cumpriu sua missão ao atacar a página da ArcelorMittal e foi um sucesso (....) Continuaremos castigando as organizações que prejudicam o bem-estar de pessoas inocentes que aspiram a um mundo melhor", diz uma voz robotizada, no vídeo que anuncia o ataque.

O grupo tinha ameaçado a companhia na quinta-feira, também através de um vídeo no YouTube, no qual designava a ArcelorMittal como seu "próximo alvo". A empresa iniciou desde o começo da manhã um "procedimento de urgência" para resolver os problemas criados e ao meio-dia a página do grupo já parcialmente estava operacional.

Os hackers queriam denunciar com esta ação as perdas de empregos no grupo após o fechamento da fase de fabricação quente de sua unidade de Liège (leste da Bélgica). A decisão vai representar o fechamento definitivo de dois fornos, já em parada temporária, e poderia causar a perda de cerca de 600 empregos diretos e até 2.000 indiretos, segundo os sindicatos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.