Smartphones continuam impulsionando mercado de celulares

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=tecnologia%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1597125080029&_c_=MiGComponente_C

De acordo com mais recente relatório trimestral da IDC , a produção de celulares básicos sofreu uma queda de 4% em relação a 2010. Já o mercado mundial de celulares (básicos e smartphones) cresceu 11,3% no segundo trimestre de 2011, devido ao crescimento do segmento de smartphones. Na América Latina, o crescimento foi impulsionado pelos smartphones de baixo custo, incluindo a grande variedade de aparelhos Android.

Divulgação
Nokia e LG perdem mercado. Apple e ZTE ganham

Outro dado divulgado pela IDC confirma a liderança da Nokia no mercado de celulares. A empresa finlandesa continua na frente das concorrentes, mas sua participação no mercado sofreu grande queda. No segundo trimestre de 2010 a empresa foi responsável por 33,8% dos celulares fabricados. Já no mesmo período deste ano a fatia da Nokia foi de 24,2%. No mercado de smartphones, a Nokia perdeu a liderança para a Apple após anos na frente.

A Apple, que fabrica apenas um modelo de smartphone, o iPhone, duplicou sua fatia no mercado de celulares, saltando de 2,6% em 2010 para 5,6 em 2011. A Samsung, que neste ano lançou o Galaxy S II, permaneceu estável na segunda posição com 19% do mercado.

A IDC mostra ainda o crescimento da categoria Outros, que inclui os fabricantes abaixo do quinto lugar do ranking. Nessa categoria estão empresas como RIM, Motorola, Huawei, Sony Ericsson, além de diversos fabricantes de celulares genéricos, localizados principalmente na China. No segundo trimestre de 2010, esta categoria tinha 31,2% do mercado. Já em 2011, essas empresas ficaram com de 40%.

Siga o iG Tecnologia no Twitter Siga o iG Tecnologia no Twitter

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.