Empresa foi responsável por cerca de 60% dos aparelhos fabricados no último trimestre

iPad, em sua segunda versão lançada em 2011, domina o mercado de tablets
Getty Images
iPad, em sua segunda versão lançada em 2011, domina o mercado de tablets
De acordo com um estudo divulgado pela IDC nesta quinta-feira (15/11), a Apple continua dominando o mercado mundial de tablets. No terceiro trimestre deste ano, período analisado pela consultoria, a empresa embarcou 11,1 milhões de unidades, 61,5% do mercado mundial. No trimestre anterior, a Apple foi responsável por 63,3% dos aparelhos fabricados. A consultoria acredita que a queda continue ocorrendo, caindo para 59% no último trimestre.

A Samsung continua como segunda empresa de maior espaço no mercado de tablets. Seus modelos, Galaxy Tab 10.1 e 7 representaram 5,6% dos embarques. Quem entrou, e saiu, do estudo feito pela IDC foi a HP com o TouchPad. O tablet, que ficou no mercado apenas dois meses, conseguiu representar 5% no terceiro trimestre, cerca de 900 mil unidades vendidas. Vale destacar que o TouchPad foi vendido a US$ 100, bem menos do que o preço inicial de US$ 500, para que os estoques fossem zerados.

A IDC também considerou o Nook Color, tablet da Barnes & Noble, na lista, e a livraria conseguiu atingir a quarta posição entre as fabricantes, com 4,5% do mercado (800 mil unidades vendidas). A Asus completa a lista das cinco maiores, com 4% de participação. A RIM e seu PlayBook , que tinham 1,1% no segundo trimestre, caíram para 0,7%.

O estudo prevê que o sistema operacional Android atinja 40,3% no último trimeste deste ano, contra 32,4% do terceiro trimestre. Esse aumento é devido principalmente pela entrada da Amazon no mercado com o Kindle Fire , e, em menor medida, do tablet da Barnes & Noble, Nook Color .

Os embarques de tablets aumentaram em 23,9% no terceiro trimestre deste ano, totalizando 18,1 milhões de unidades. Isso representa um aumento de 264,5% em comparação ao mesmo trimestre do ano passado, porém, 5,8% abaixo da previsão inicial, que era de 19,2 milhões de tablets. Apesar de não atingir a previsão do último trimestre, a IDC prevê uma forte demanda de tablets neste ultimo trimestre e aumentou a expectativa de vendas em 2011 de 62,5 milhões para 63 milhões de unidades.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.