Com as novas baterias, usuário de smartphone poderá manter aparelho ligado por semanas sem carregar a bateria

A Apple desenvolveu uma bateria que funciona a partir de hidrogênio que poderá ser usada para substituír as atuais bateriais de lítio usadas nos smartphones, tablets e computadores. Com baterias de hidrogênio, os dispositivos móveis do futuro podem oferecer autonomia de bateria de semanas. Segundo o jornal The Telegraph , a Apple registrou duas patentes no escritório americano de marcas e patentes.

LEIA MAIS:
Maior loja da Apple no mundo é inaugurada em Nova York
Infográfico - A Apple sob Steve Jobs
10 dicas para economizar a bateria do smartphone

Diagrama mostra nova bateria para smartphones que funciona a partir de hidrogênio
Reprodução
Diagrama mostra nova bateria para smartphones que funciona a partir de hidrogênio
A tecnologia de baterias de hidrogênio é apontada com uma das fontes de energia com maior potencial para carros elétricos. Para funcionar, ela converte hidrogênio e oxigênio em água e energia elétrica. Com o uso do hidrogênio, os fabricantes podem aposentar os produtos químicos utilizados atualmente na produção das baterias.

Segundo o jornal, as duas patentes mostram mais um esforço da Apple em melhorar a tecnologia das bateriais usadas em dispositivos móveis. Em outubro, a empresa já havia registrado outra patente que mostra como extrair maior quantidade de energia de baterias de hidrogênio.

A autonomia da bateria é vista pela indústria como um dos maiores desafios para produzir smartphones e tablets, dispositivos móveis que o usuário leva consigo durante todo o dia e, por isso, deveriam ser carregados somente à noite. Muitos aparelhos mais avançados atualmente no mercado, como o próprio iPhone e smartphones de outras marcas, tendem a esgotar a bateria antes de o dia terminar, em caso de uso intenso.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.