Quem vai ganhar essa briga?


Por Bianca Hayashi, da MAC+

A briga entre a Samsung e a Apple acaba de ganhar um novo capítulo. Por meio de um acordo nos tribunais, a empresa de Steve Jobs conseguiu impedir a concorrente de importar o seu tablet Galaxy Tab 10.1 para a Austrália.



Segundo informa a Bloomberg , a Samsung não poderá vender o Galaxy Tab no país até que o processo esteja terminado. A Apple diz que o tablet infringe 10 de suas patentes, incluindo o visual e toque e a tecnologia sensível ao toque, como informou Steven Burley, o advogado da Apple, à Corte Federal australiana ontem, 31 de julho.

A companhia de Cupertino pretende impedir as vendas dos tablets da Samsung em outros países, mas Burley não especificou quais. A Bloomberg diz ainda que, caso a Apple perca o processo, já consentiu em pagar danos à empresa coreana, mas não foram divulgados detalhes.

A intervenção da Apple na Austrália era necessária porque a Samsung já tinha anunciado o lançamento do Galaxy Tab 10.1 no país desde o dia 20 de julho, disse Burley, acrescentando que o pedido da empresa de Steve Jobs foi feito com base no tablet vendido nos Estados Unidos.

O advogado da Samsung, Neil Murray, afirma que a versão que seria vendida na Austrália é diferente da americana e a empresa precisa agora oferecer três modelos do Galaxy Tab australiano para a Apple para que ela possa analisá-lo. A próxima audiência entre as duas companhias está marcada para o dia 29 de agosto.

Siga o iG Tecnologia no Twitter Siga o iG Tecnologia no Twitter

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.