Total de livros foi baixado durante os três dias após a estreia da nova versão da loja da Apple, diz consultoria

Em apenas três dias após a estreia dos livros didáticos interativos na loja da Apple , os usuários do tablet iPad podem ter baixado mais de 350 mil títulos. O número foi divulgado pela consultoria Global Equities Research, que monitora as vendas de conteúdo por meio do aplicativo iBooks, da Apple. A empresa possui um sistema que contabiliza cada livro vendido por meio da loja virtual.

LEIA TAMBÉM:
Apple é uma das empresas mais fechadas do mundo
Impostos elevam produtos da Apple em até 60% no Brasil

Phil Schiller, da Apple, apresenta iBooks 2.0 e primeira versão do aplicativo iTunesU
Reuters
Phil Schiller, da Apple, apresenta iBooks 2.0 e primeira versão do aplicativo iTunesU
De acordo com a consultoria, os usuários de Mac também baixaram mais de 90 mil cópias do software iBooks Author, que permite aos editores de livros criar livros digitais por meio do computador, inclusive com recursos interativos, vídeo e áudio.

"Isso é uma receita para o sucesso da Apple na indústria de livros didáticos", disse Trip Chowdhry, analista da Global Equities Research, ao blog All Things Digital , vinculado ao jornal The Wall Street Journal.

Além da nova versão do iBooks, que permite a leitura de livros didáticos, e do iBooks Author, a Apple também lançou um aplicativo independente do iTunesU, acervo de conteúdo grátis desenvolvido por universidades dos Estados Unidos. No caso deste aplicativo, a consultoria não divulgou dados sobre o número de downloads a partir do lançamento. Segundo a Apple, o iTunesU reúne mais de 500 mil itens de conteúdo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.