Software tirava fotos aleatórias a partir da câmera do iMac


Por Bianca Hayashi, da MAC+

O artista Kyle McDonald recebeu a visita do Serviço Secreto dos Estados Unidos após tentar fazer uma peça de arte com os consumidores das Apple Stores.

Siga o iG Tecnologia no Twitter Siga o iG Tecnologia no Twitter


Kyle instalou um software em uma Apple Store em Nova York que capturava fotos das pessoas enquanto elas testavam as máquinas. As imagens eram automaticamente colocadas em seu Tumblr, chamado People Staring At Computers (Pessoas Olhando para os Computadores, em tradução livre).

Pensei que, se nós pudéssemos nos ver enquanto olhávamos para o computador poderíamos refletir sobre eles e como estamos usando-os, disse o artista ao Mashable . O artista fez uma exibição não autorizada das fotos na loja e, mesmo quando os consumidores se viam nas fotos, não fizeram nenhum alarde. Nós temos essa expressão que basicamente diz que não estamos interagindo com ninguém, somente com a máquina, disse um morador da região.

Porém, McDonald mexeu com a empresa errada. O projeto foi encerrado quando o Serviço Secreto aparecer uma manhã em sua casa com um mandato por fraude de computadores. Segundo informa o Business Insider , eles confiscaram dois computadores, um iPod e dois pen drives, além de avisarem que a Apple entraria em contato com ele.

Kyle até tinha capturado uma foto de um técnico da Apple mexendo no computador, que aparentemente tinha rastreado o site que McDonald subia as fotos, desinstalou o programa e o reinstalou. Por isso, McDonald pensou que a Apple não tinha levado a sério o seu projeto. Eu prefiro passar o meu tempo e dinheiro em novos trabalhos do que lidando com uma investigação de fraude de computadores, disse o artista, acrescentando também que não acredita ter violado nenhuma lei.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.