Tablet é a aposta da livraria no mercado ainda dominado pelo iPad

Nook Tablet, o tablet da Barnes & Noble
Reuters
Nook Tablet, o tablet da Barnes & Noble
A Barnes & Noble, livraria norte-americana, anunciou hoje o Nook Tablet, para entrar no mercado de tablets, assim como a rival Amazon, que lançou recentemente o Kindle Fire. O tablet já está em pré-vendas nas lojas dos Estados Unidos e estará disponível a partir de 18 de novembro, por US$ 250 (R$ 437). A Barnes & Noble não atua no Brasil, por isso não há qualquer previsão de chegada do produto.

O tablet de 7 polegadas conta com processador de 1 GHz com dois núcleos, além de 1 GB de memória RAM e 16 GB de memória interna, expansíveis até 32 GB por meio de cartão SD. O Nook Tablet permite acessar o Netflix e o Hulu, serviços de vídeo sob demanda.

O aparelho possui aproximadamente 400 gramas, mais leve que as 413 gramas do Kindle Fire, e conta com conexões Wi-Fi e Bluetooth (não há conexão 3G).

A Barnes & Noble já vende o leitor de livros eletrônicos (e-reader) Nook, que agora ficou mais barato: antes, o aparelho custava US$ 140 (R$ 245) e passou a ser vendido por US$ 99 (R$ 173). O principal motivo da queda de preço é aumentar a concorrência com Kindle, e-reader da Amazon.

Vale ressaltar que a compra do tablet não é interessante para brasileiros que viajam ao exterior, já que a loja de livros do Nook funciona apenas para quem está nos Estados Unidos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.