Fabricação local dos novos produtos atrasa em um mês a estreia da linha no País

As TVs comandadas por voz e gestos, principal lançamento da Samsung durante a Consumer Electronics Show 2012, chegam ao mercado brasileiro no final de maio , um mês depois que nos outros países da América Latina. Isso porque as TVs vendidas pela marca no Brasil são fabricadas localmente, enquanto nos países vizinhos elas são importadas das fábricas asiáticas da empresa, onde a produção começa antes. Segundo Sílvio Stagni, vice-presidente de marketing, vendas e produtos da Samsung, a demora na chegada não terá impacto relevante na curva de vendas.

LEIA TAMBÉM:
Medidas protecionistas provocam no Brasil debate típico da era pré-Collor
TVs evoluem e agora podem "ver e ouvir" espectadores

TVs da Samsung anunciadas na CES 2012 chegam primeiro a vizinhos do Brasil
Getty Images
TVs da Samsung anunciadas na CES 2012 chegam primeiro a vizinhos do Brasil
As TVs da Samsung feitas no Brasil têm entre 30% e 40% de grau de nacionalização, dado relativo ao preço final do produto. Ou seja, boa parte do televisor continua sendo importada. Alguns modelos usam telas feitas no País, o que eleva o índice para algo em torno de 60%.

"Praticamente todos os produtos que vendemos no Brasil saem das fábricas brasileiras, porque os impostos de importação são muito altos", diz Carlos Werner, diretor de marketing corporativo da empresa.

A nova linha pertence à categoria das chamadas Smart TVs, que têm funcionalidades como acesso à internet, imagens em 3D e lojas de aplicativos. Dos modelos que chegam em maio, o mais básico, ou ES7000, tem tela de 46 polegadas e sairá por R$ 6.399. Elas vêm equipadas com a versão em português do programa que permite ligar, desligar, mudar de canal e executar outras tarefas através da fala. Os comandos são “escutados” por microfones que ficam acima da tela e no controle remoto.

Além disso, uma câmera – também acima da tela – faz reconhecimento facial dos usuários, permitindo, por exemplo, que cada um acesse sua conta de redes sociais ou Skype automaticamente. “Estamos começando a aposentar o controle remoto”, diz Stagni. Outra evolução deste ano, segundo o executivo, é a passagem das telas LCD para LED. “Dos 41 modelos da marca em 2012, apenas dois usarão LCD, enquanto seis terão telas de plasma e 33 de LED”, diz o executivo.

As novas TVs possuem ainda o chamado “evolution kit”. É uma espécie de chip, que pode ser comprado separadamente a cada ano e garante que a TV possa ser atualizada – tanto o hardware quanto o software – para acompanhar as próximas quatro versões anuais da marca. Os primeiros kits chegam ao mercado no final do ano e serão vendidos nas mesmas lojas de varejo onde as TVs são distribuídas.

A Smart TV é o segmento de televisores que mais irá crescer no Brasil em 2012. Enquanto as vendas totais de TVs devem se manter em 11 milhões de unidades, mesmo patamar de 2011, a participação das Smart TVs nesse mercado deve saltar de 2 milhões para 4 milhões de unidades, calculam os executivos da Samsung.

Celular com projetor

A Samsung também anunciou a chegada de outros produtos, lançados nos últimos eventos de tecnologia, ao mercado brasileiro. O Samsung Galaxy Beam, uma mistura de celular e projetor de imagens, chega no final de junho, por R$ 1.700. Os dock valvulados, que tocam música armazenadas em celulares e tablets, chegam no segundo semestre, por preços que variam entre R$ 699 e R$ 999.

Os ultrabooks, um notebook mais fino e leve e com alto poder de processamento, custarão entre R$ 2.399 no modelo mais barato, o Serie 5, que chega no final de abril. O mais sofisticado, chamado Serie 9, chega só no segundo semestre de 2012 e terá preço sugerido de R$ 2.999. Os preços dos tablets ainda dependem da definição das isenções fiscais que o governo pretende implementar.

A Samsung fechou o ano passado com faturamento de US$ 143 bilhões, o que faz da empresa a maior fabricante mundial de eletroeletrônicos. É a marca líder no mercado brasileiro de TVs, com 28% de participação em 2011, segundo dados da empresa.

Os anúncios foram feitos no Samsung Fórum, evento que acontece em Lima (Peru) e apresenta as novidades da marca para o mercado latino-americano.

*O jornalista viajou a convite da Samsung.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.