Criador do FTP e integrante do Occupy Wall Street também estão na lista de palestrantes confirmados

A Futura Networks, organizadora da Campus Party Brasil 2012, evento que reunirá 7 mil participantes entre os dias 6 e 12 de fevereiro, anunciou hoje a lista completa de palestrantes confirmados. Entre as novidades está a presença de John Klensin, pesquisador há 30 anos no Massachussets Institute of Technology (MIT) e um dos criadores do FTP (protocolo de transferência de arquivos). Outro palestrante aguardado é Vince Gerardis, um dos produtores da série "Game of Thrones", exibida pelo canal HBO.

Vince Gerardis, produtor de
Getty Images
Vince Gerardis, produtor de "Game of Thrones", será um dos principais palestrantes da Campus Party 2012
Além dos eventos restritos aos campuseiros, a Campus Party conta com uma área de exposição aberta ao público, com visitação gratuita. Segundo a organização, esta área terá atrações interativas e estandes de empresas que apoiam o evento. Uma das atrações será o campeonato de games Intel Extreme Masters.

Outros palestrantes internacionais também marcarão presença no evento, como Michio Kaku, conhecido como "físico do impossível" e cocriador da Teoria de Campos de Cordas; Dave Haynes, vice-presidente de desenvolvimento do SoundCloud; Sugata Mitra, professor da Universidade de Newcastle (Reino Unido) especializado em tecnologia educacional; Julien Fourgeaud, produtor do jogo Angry Birds, entre outros.

Kul Wadhwa, diretor da Wikipedia, também estará presente no evento para discutir o projeto SOPA (Stop Online Piracy Act), que gerou polêmica nos últimos dias nos Estados Unidos. O executivo falará sobre a posição da Wikimedia Foundation, que é contra qualquer tipo de restrição aos conteúdos publicados na web.

A Campus Party também terá representantes de movimentos como Occupy Wall Street (Charles Lencher), Primavera Árabe (Leila Nachawati) e Acampada del Sol (Olmo Gálvez), que falarão sobre suas experiências em usar a web e redes sociais para engajar pessoas em protestos e manifestações. A lista completa de palestrantes foi anunciada durante a coletiva de imprensa da Campus Party, que contou com a presença de Gilberto Kassab, prefeito da cidade de São Paulo. "A Campus Party é um evento que já entrou para o calendário da cidade", disse Kassab.

Conexão terá 20 GB de velocidade

Na quinta edição da Campus Party espera 7 mil participantes, dos quais 5 mil estarão acampados no Centro de Exposições Anhembi, em São Paulo, onde o evento será realizado. Os participantes terão à disposição uma conexão de internet com 20 GB compartilhado o que, segundo Mario Teza, diretor geral da Futura Networks no Brasil, deve permitir que cada usuário tenha acesso a internet com velocidade de 100 MB. "É o dobro do que oferecemos no ano passado", diz Teza.

iG São Paulo
"Apagão" de energia elétrica e conexão de internet não se repetirá, diz organizadora da Campus Party
Segundo Teza, a infraestrutura elétrica e de rede do evento foi reforçada para evitar o "apagão" ocorrido na última edição do evento, quando os campuseiros ficaram no escuro e sem internet por algumas horas. Neste ano, a Campus Party terá mais geradores para garantir que a rede elétrica continue funcionando mesmo em caso de queda da rede de energia do local e a conexão com a internet ganhou uma segunda rede redundante, que passa a funcionar caso a primeira enfrente algum problema técnico.

"Não oferecemos Wi-Fi, porque a rede fica instável com muita gente conectada ao mesmo tempo, mas nada impede que os campuseiros levem roteadores", disse Teza, durante a coletiva.

Credenciamento começa no final de semana

Para evitar a confusão no primeiro dia, em que todos os campuseiros precisam retirar suas credenciais para entrar no evento, a Campus Party terá um esquema especial neste ano. Os campuseiros que já estiverem em São Paulo poderão retirar as credenciais na entrada do Anhembi durante o próximo final de semana. A organização, no entanto, divulgará os horários de entrega das credenciais apenas nos próximos dias.

Na área de exposição da Campus Party, onde diversas empresas exibirão seus produtos em estantes e algumas instituições, como o Sebrae, organizarão palestras sobre temas como empreendedorismo. Nesta área, a entrada é gratuita e não é necessário se inscrever. De acordo com Teza, assim como no ano passado, haverá registro e controle de entrada e saída de equipamentos eletrônicos, como notebooks, tablets e outros dispositivos, na área fechada do evento.

Para quem não conseguiu se inscrever no evento, que teve lotação esgotada ainda em 2011, a Campus Party oferecerá transmissão por streaming da maior parte das palestras que acontecem no evento. Segundo Teza, o site oferecerá quatro canais simultâneos que, juntos, transmitirão 500 horas de programação da edição 2012.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.