Enquanto as TVs 3D sem óculos não chegam, grandes fabricantes fazem suas apostas para atender anseios dos usuários

As TVs que permitem ver filmes e jogar games em três dimensões 3D marcam presença nos estandes de todos os grandes fabricantes durante a CES 2012 , maior feira de tecnologia do mundo que termina sexta-feira (13), em Las Vegas (EUA). No estande da Samsung, visitantes fizeram fila para olhar através dos óculos ativos em exposição e ver o efeito 3D na tela dos novos modelos. Centenas de pessoas também se aglomeraram em frente a um grande painel 3D construído pela LG em seu estande.

MAIS SOBRE A CES 2012:
Sony e LG reforçam apoio ao Google TV
Empresa mostra impressora 3D caseira
CES 2012: A cobertura completa

As mesmas cenas já se repetiram nos anos anteriores, embora o interesse do público quase sempre diminua nos meses seguintes. Em 2012, porém, a história pode ser diferente, segundo a consultoria GfK. Dados de um estudo em parceria com a Consumer Electronics Association (CEA) mostram que, apesar de esta categoria representar 13% do total de TVs vendidas no mundo, ela será a categoria de TVs que crescerá mais em 2012, com vendas 122% maiores do que em 2011.

Visitantes se reúnem em frente a painel 3D com tecnologia passiva no estande da LG na CES 2012
ig
Visitantes se reúnem em frente a painel 3D com tecnologia passiva no estande da LG na CES 2012


Preços da TV (e dos óculos) espantam usuários

“As TVs 3D ainda tem um preço muito alto, mas vão decolar em 2012”, disse Steve Bambridge, diretor global de negócios da GfK, durante a abertura da CES 2012. O principal motivo que impede a popularização da tecnologia, segundo os especialistas, é o preço. Quando uma pessoa decide comprar uma TV 3D precisa investir no televisor e depois em óculos para toda a família (em geral, apenas um par de óculos acompanha a TV). O investimento sai caro, por isso, os fabricantes tentam encontrar alternativas para equilibrar o custo das novas TVs com os benefícios reais que elas oferecem aos usuários.

Desde o ano passado, as fabricantes de TVs tentam repensar sua linha de TVs, e até a tecnologia que usam, para popularizar as TVs 3D. A LG, por exemplo, anunciou sua opção pelas TVs 3D passivas, a mesma usada em cinemas, na CES do ano passado. Desde então, a empresa não fabrica mais TV com tecnologia ativa, que necessita de óculos ativos (sincronizados com um transmissor embutido na TV) para funcionar. Uma vantagem da tecnologia passiva é o custo menor dos óculos em comparação com os ativos – que usam bateria e precisam ser recarregados.

Em 2012, a LG lançou na CES sua primeira TV com tela de OLED (diodo emissor de luz orgânico, em inglês) com capacidade para exibir vídeos em 3D e reiterou a posição de investir na tecnologia passiva. “O 3D passivo será sempre nosso padrão para TVs 3D”, disse Oh Young Kwon, engenheiro chefe de pesquisas de LCD da LG, ao iG .

Neste ano, a Panasonic também decidiu apostar em uma linha de TVs 3D passivas. Em seu estande na CES 2012, a empresa apresenta a linha ET5 Series, que inclui televisores com telas IPS (maior contraste e cores mais vivas) de 42, 47 e 55 polegadas. Em paralelo, a Panasonic lançou uma linha de TVs 3D ativas, a DT5 Series, com telas de 47 e 55 polegadas. “A LG teve sucesso com o 3D passivo e pensamos que podemos fazer um trabalho igual ou melhor”, diz Mathew Fraser, gerente de treinamento da Panasonic.

Os modelos, segundo a Panasonic, tentam atender dois tipos diferentes de usuários. “A tecnologia 3D passiva não chega ao padrão de qualidade da ativa, mas tem boa qualidade para usuários iniciantes, além de ser mais barata”, diz Fraser. Contudo, nem tudo são vantagens no 3D passivo: como os óculos passivos não bloqueiam a visão do usuário enquanto a TV alterna as imagens entre o olho esquerdo e direito, finas linhas pretas são notadas na imagem. No caso do 3D ativo, os óculos de LCD bloqueiam a visão de um olho enquanto o outro vê a imagem e, com isso, as linhas ficam imperceptíveis.

Panasonic expõe sua primeira TV com 3D passivo e passa a ser concorrente direta da LG
ig
Panasonic expõe sua primeira TV com 3D passivo e passa a ser concorrente direta da LG


Óculos ativos iguais para todos

A exibição de linhas finas na imagem em 3D, segundo Jesse Rowe, instrutor para produtos de entretenimento da Samsung, atrapalha a experiência do usuário e, por isso, a empresa decidiu fabricar apenas televisões com 3D ativo, que está presente em grande parte dos modelos lançados este ano na CES.

Por outro lado, a empresa também precisa reduzir os preços para ampliar a popularidade da tecnologia entre os consumidores. A solução foi se aliar à Sony, Toshiba, Panasonic e outros fabricantes para criar um padrão para óculos 3D. “É uma questão de dar o poder de escolha para o usuário. Ele poderá comprar os óculos 3D de qualquer marca e eles funcionarão em qualquer TV”, diz Fraser, da Panasonic.

Quais produtos/tecnologias mais chamam atenção na CES 2012? Comente no fórum.


Os óculos ativos padronizados já integram o pacote de todos os modelos de TV apresentados pelos fabricantes participantes durante a CES 2012. Além das grandes fabricantes, empresas como Hisense, TCL, ViewSonic, entre outras, participam do projeto. Todas as fabricantes, ao desenvolver um novo óculos, precisam submetê-lo a um comitê de avaliação, que analisa de ele pode receber o selo “Full HD 3D Glasses” na embalagem. “O preço os óculos caiu 50% só no ano passado. Em 2012, não esperamos uma queda de preço tão alta, mas eles ficarão ainda mais baratos”, disse Fraser.

Toshiba expõe primeira TV 3D de 46 polegadas que dispensa óculos
ig
Toshiba expõe primeira TV 3D de 46 polegadas que dispensa óculos


3D sem óculos pode encerrar guerra

Ao perguntar para os usuários qual é o melhor óculos para assistir conteúdo em 3D, no entanto, a resposta é simples: seria melhor não ter que usar óculos para ver o efeito 3D. A tecnologia, porém, tem um longo caminho pela frente. Além de os fabricantes ainda não conseguirem produzir grandes telas com a tecnologia – as TVs 3D atualmente no mercado têm, em geral, mais de 40 polegadas – o efeito só é percebido se o espectador se mantiver parado, bem em frente à TV.

Como toda a tecnologia em desenvolvimento, no entanto, o 3D sem óculos apresenta avanços. A Toshiba, fabricante de TVs que mais investe na tecnologia, começou a vender em 2011 um modelo de TV 3D sem óculos com tela de 20 polegadas. Em 2012, a empresa já mostrou na CES 2012 um novo protótipo da TV 3D sem óculos, mas desta vez com 46 polegadas.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.