Operadora Orange lançará aparelho com chip da Intel na França e Reino Unido

SAN FRANCISCO, Estados Unidos - O logotipo "Intel Inside", presente em milhões de computadores pessoais, está finalmente chegando a um smartphone. A Orange, subsidiária de telefonia móvel da France Telecom, lançará na metade do ano um smartphone projetado pela Intel e equipado com seu mais novo processador, na França e Reino Unido.

Leia mais:
Lenovo e Motorola terão smartphones com chips Intel
Smartphones com chips Intel chegam na primeira metade de 2012

Embora o aparelho deva portar a marca Orange, a tampa traseira trará o logotipo da Intel que os consumidores se acostumaram a ver em computadores pessoais nas duas últimas décadas. O lançamento será um marco para a Intel, cujos chips servem como cérebro a 80% dos computadores de mesa e laptops em uso no planeta, mas até o momento não estão em nenhum tablet e smartphone.

Quase todos os smartphones e tablets, entre os quais os iPhones e iPads da Apple, usam processadores de baixo consumo de energia cuja base é tecnologia licenciada aos fabricantes de chips pela ARM Holdings, do Reino Unido. Os chips são fabricados por concorrentes da Intel, tais como Samsung e Q.

O novo smartphone terá sistema operacional Google Android e fará parte da linha de modelos que a Orange vende sob sua marca. Dirigido aos assinantes básicos de celulares pré-pagos da companhia, o modelo é cópia do celular de referência que a Intel criou para demonstrar seu mais novo chip para aparelhos móveis a potenciais clientes, e conta com recursos como vídeo de alta definição e câmera de 8 megapixels.

"Para nós, isso é realmente importante", disse Mike Bell, co-diretor das opções móveis e de aparelhos sem fio da Intel e responsável pelo desenvolvimento do celular de referência, em entrevista à Reuters. "É fenomenal que a Orange nos tenha convidado a participar e que o logotipo da Intel esteja presente na tampa traseira do aparelho."

A Orange contratou a fabricante taiuanesa Gigabyte para produzir os aparelhos, e vai adaptá-los aos seus serviços por meio de software adicional exclusivo.

Por Noel Randewich

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.