Dennis Ritchie faleceu em casa

SÃO PAULO - Mal começou a se recuperar da morte de Steve Jobs, no dia 5, o mundo da tecnologia teve outra baixa: Dennis Ritchie, pesquisador americano co-responsável pela criação do sistema operacional Unix e da linguagem de programação C, sistemas muito usados nos computadores modernos, morreu em sua casa no fim de semana aos 70 anos

Ritchie pode não ter tido a fama de Jobs à frente da Apple, mas suas criações foram muito importantes para o mundo da tecnologia e serviram de inspirações para empresas como a própria Apple. O Unix, por exemplo, foi base para criação do sistema operacional para computadores MacOS. Uma versão da linguagem C (batizada de Dynamic C) é usada para a criação de programas para o iOS, sistema operacional da Apple para celulares e tablets.

O sistema Unix também foi o ponto de partida do finlandês Linus Torvalds para criar o Linux, sistema operacional que pode ser usado e alterado por qualquer pessoa sem a necessidade de pagamento de licenças. Ritchie foi pesquisador do Bell Labs, laboratório de pesquisa e desenvolvimento pertencente à Alcatel-Lucent, durante 40 anos. Mesmo com sua aposentadoria, em 2007, continuou a colaborar como consultor.

Em nota no site da Alcatel-Lucent, o presidente do Bell Labs, Jeong Kim, lamentou a morte do pesquisador. "Dennis era muito querido entre seus colegas e fará muita falta. Ele foi uma grande inspiração para todos nós, não só por suas conquistas, mas porque ele era um amigo, um inventor, e um homem humilde e cortês".

Pelo Twitter, o advogado especializado em tecnologia James Grimmelmann, um dos primeiros a noticiar a morte de Ritchie, afirmou que "a influência de Ritchie é comparável à de Jobs; só é menos visível". (Gustavo Brigatto | Valor)


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.