Excesso de siglas e termos técnicos dificulta escolha do aparelho certo; descubra o que cada uma significa

NFC, MHL, dual core, Glonass. Essa sopa de letrinhas é bem conhecida de quem alguma vez já pesquisou informações sobre um smartphone. Infelizmente, muitos sites de fabricantes trazem poucas explicações sobre o significado de cada sigla ou sobre sua utilidade no cotidiano do usuário. Pensando nisso, o iG preparou um guia rápido com explicações sobre as siglas que mais aparecem em configurações de smartphones. Confira. 

LEIA TAMBÉM:  Motorola anuncia novo Moto E com preços de até R$ 699

CONFIGURAÇÃO

Chip Dual core / Quad core / Octa core - esses termos se referem ao número de núcleos do processador (dual core, dois núcleos; quad core, quatro núcleos; octa core, oito núcleos). O número de núcleos é um indicativo da capacidade de processamento do chip, mas não o único. 

Memória RAM - É a memória usada para executar os aplicativos e, junto com o processador, é o que torna o aparelho mais rápido. Os valores vão de 512 MB em aparelhos básicos até 3 GB em aparelhos topo de linha.

Armazenamento - É a memória usada para instalar aplicativos e guardar músicas, vídeos e outros tipos de arquivo. Vai de 4 GB em smartphones básicos até 128 GB e modelos muito avançados.

Da esquerda para direita: chips SIM, Micro-SIM e Nano-SIM
Wikimedia Commons/Bidouille82
Da esquerda para direita: chips SIM, Micro-SIM e Nano-SIM

SIM /  MicroSIM / nanoSIM - são os tipos de chip de operadora celular no mercado. O SIM é o maior tamanho, usado em celulares básicos e boa parte dos smartphones com suporte para dois ou mais chips. O MicroSIM é cada vez mais comum em smartphones intermediários e topo de linha. Alguns aparelhos usam o chip ainda menor, o nanoSIM.

GPS / Glonass - O GPS é um sistema de navegação global via satélite usado principalmente em aplicativos de mapas e trânsito desenvolvido inicialmente pelo governo dos Estados Unidos. Alguns smartphones suportam também o sistema Glonass, que nada mais é do que uma alternativa ao GPS criada pela Rússia.

CONEXÕES

Edge / 3G / 3,5G / 4G / LTE - São padrões usados para identificar a velocidade de conexão à internet. O Edge corresponde ao 2G, com velocidade bem baixa. O 3G tem velocidade média real entre 1 e 2 Mbps. Com o 3G+ (padrão HDSPA+) essa velocidade pode chegar a cerca de 6 Mbps. Já o 4G (nome mais comum do padrão técnico LTE) tem velocidade que costuma ficar na casa de 20 Mbps.

Wi-Fi b/g/n/ac- O Wi-Fi é o padrão de rede sem fio usado para acesso à internet. A maioria dos smartphones no mercado suporta a versão n. Mas alguns aparelhos mais avançados também trabalham com a rede ac, mais rápida. Mas esse ganho de velocidade só ocorrerá se o celular estiver em uma rede sem fio que também funcione no padrão ac. 

Wi-Fi Direct - Esse recurso permite a transferência de conteúdo entre smartphones por meio de uma rede Wi-Fi mesmo sem um roteador por perto. O celular equipado com Wi-Fi direct pode criar sua própria rede e se conectar a outros aparelhos. Na prática, o Wi-Fi Direct pode substituir o Bluetooth em certas situações, fornecendo uma conexão mais rápida (mas consumindo mais bateria).

Wi-Fi hotspot - É o recurso que permite usar o celular para compartilhar a conexão 3G/4G usando uma rede sem fio própria e com senha definida pelo dono do aparelho. Presente em todos os smartphones do mercado.

USB On The Go (OTG) - É um recurso que permite que o smartphone seja conectado a pen drives, teclados e outros periféricos USB. 

NFC (Near-field Communication) - Atualmente, essa tecnologia é usada, basicamente, para facilitar a comunicação entre o smartphone e acessórios como caixas de som sem fio e relógios inteligentes. Quando o usuário aproxima o smarphone com módulo NFC de equipamento compatível, a sincronização ocorre de modo instantâneo. Após a sincronização, outro padrão sem fio (normalmente o Bluetooth) é usado para transferência de dados. O NFC também é usado em sistemas de pagamento móvel, como o Apple Pay.

Saiba mais sobre a tecnologia NFC

Bluetooth - tecnologia sem fio de curto alcance usada basicamente para conectar o smartphone a fones de ouvido e caixas de som. A versão mais recente, e com menor consumo de bateria, é a 4.0 LE (Low Energy). 

Miracast - tecnologia que permite que o smartphone envie áudio e vídeo para a TV, sem uso de fios ou rede Wi-Fi. A TV, no entanto, também tem que ser compatível com Miracast. 

DLNA - Tem basicamente a mesma função do Miracast, mas é mais antigo e vem caindo em desuso.

Cabo MHL tem uma ponta em formato microUSB e outra em formato HDMI
Divulgação
Cabo MHL tem uma ponta em formato microUSB e outra em formato HDMI

MHL - padrão usado para enviar áudio e vídeo de um smartphone para uma TV de alta definição. O padrão MHL usa a porta miniUSB do smartphone para enviar áudio e vídeo para a TV. É necessário, porém comprar um cabo MHL. Esse cabo tem uma ponta compatível com microUSB (encaixada no smartphone) e outra ponta HDMI (encaixada na TV). 

TELA

qHD / HD / Full HD / QuadHD - são siglas que identificam a resolução da tela do aparelho. O qHD corresponde à resolução de 960 x 540, o HD é de 1.280 x 720; Full HD, 1.920 x 1.080, QuadHD, 2.560 x 1.440.

Densidade de pixels - Nada mais é que o total de pixels da tela dividido pela sua área, em polegadas. Quando dizemos que um celular tem 240 dpi (dot per inch) ou 240 ppp (pixel por polegada), estamos dizendo que cada polegada quadrada da tela comporta 240 pixels. Assim, dependendo da resolução, celulares com telas de mesmo tamanho podem ter densidades diferentes.

IPS (In Plane Switching) - Essa tecnologia é usada para garantir uma melhor imagem com o celular inclinado. Está presente em boa parte dos aparelhos intermediários e em todos os modelos mais sofisticados.

Gorilla Glass - Fabricado pela empresa americana Corning, o Gorilla Glass é o vidro de alta resistência usado para proteger a tela de alguns smartphones intermediários e sofisticados. A versão mais moderna e resistente é o Gorilla Glass 3, mas a versão 4 estará em breve no mercado.

CÂMERA

Flash LED - é o tipo de flash de câmera que usa uma lâmpada LED para iluminar a cena. Esse é o tipo de flash mais comum. Alguns smartphones de ponta usam flash de xenônio (xenon flash), similares aos usados em câmeras.

Estabilização óptica - é um conjunto de sensores e pequenas engrenagens que compensam em tempo real as tremidas do usuário, o que proporciona fotos com menos borrões. Poucos celulares no mercado usam essa tecnologia.

BATERIA

mAh (mili-Ampére-hora) - É a unidade que mede a capacidade de carga da bateria do celular e costuma ficar entre 2.000 mAh e 3.000mAh. Como cada celular tem um consumo de energia diferente, a duração de uma mesma bateria pode variar.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.