Cancelamentos fazem parte de "limpeza" no portfólio de produtos que a empresa iniciou em setembro de 2011 "para não perder impacto"

O Google Reader funcionará até o dia 1º de julho
Getty Images
O Google Reader funcionará até o dia 1º de julho

Após cancelar um terço de seus serviços em setembro de 2011, o Google anunciou na noite da última quarta-feira (13) o cancelamento de mais oito produtos, entre eles o Google Reader, um leitor de RSS que permite que o usuário receba uma lista com as atualizações dos seus sites favoritos sem ter que acessá-los para ler as notícias.

Segundo a gigante da internet, o desligamento do Google Reader, criado em 2005, acontecerá no dia 1º de julho. A empresa recomenda que os usuários interessados em continuar com suas assinaturas RSS usem o serviço Google Takeout, que permite que os dados sejam exportados para leitores de RSS similares, durante os próximos quatro meses.

Veja também: Óculos do Google com Android terão opção com lentes corretivas

A empresa também anunciou o cancelamento de outros serviços como: Apps Script, CalDAV API,Google Building Maker, Google Cloud Connect, Google Voice App para Blackberry, Search API for Shopping e Snapseed Desktop para Mac e Windows. Em nota, o Google diz que as mudanças são necessárias para que a empresa mantenha o foco e não perca o impacto.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.