Cautela ao clicar em links e atenção a detalhes dos sites das lojas podem evitar problemas

A Black Friday acontece na virada desta quinta-feira para sexta-feira e muita gente já espera pelos descontos para fazer as compras de fim de ano. Mas, como ocorreu em edições anteriores, é necessário tomar algumas precauções para fazer suas compras de modo seguro e fugir de golpes comuns nesta época, como e-mails falsos e sites controlados por criminosos.

A seguir, o iG reúne 5 dicas para que suas compras de Black Friday aconteçam sem dor de cabeça, reunidas a partir de manuais de segurança na web do CGI.br e da Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico. Confira.

Procure o selo Black Friday Legal

Selo da Black Friday Legal
Divulgação
Selo da Black Friday Legal

Organizada pela Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico (Câmara e-.net), a iniciativa Black Friday Legal reúne mais de 500 sites, que assinaram um compromisso que envolve não manipular preços, entre outros itens. Por isso, uma boa dia é procurar pelo selo do Black Friday Legal no site participante. 

É importante também conferir se o site está mesmo na lista de participantes da iniciativa, já que qualquer um pode pegar o selo e incluir em sua página. A lista de sites que fazem parte da iniciativa é mantida pela Câmara e.-net e será publicada nesta quinta-feira no site da Black Friday Legal . O selo e a presença na lista indicam que, pelo menos em tese, o site não é fraudulento.

Cuidado com promoções enviadas por e-mail

O volume de e-mails enviados por sites de comércio eletrônico aumenta naturalmente dias antes da Black Friday. E esse aumento é mais uma oportunidade de golpe para criminosos, que aproveitam a data para enviar e-mails com links maliciosos e se misturar aos e-mails legítimos de lojas de e-commerce.

Por isso, ao receber um e-mail com ofertas, passe o mouse sobre o link a ser clicado e observe na barra de status (na parte inferior do navegador) se ele realmente é do site informado no e-mail. Fique de olho também em erros gramaticais, imagens com baixa qualidade e outros aspectos que podem indicar que o e-mail é fraudado. Faça isso mesmo se o e-mail vier de um site conhecido e com seu nome. 

Fique de olho em sites clonados

Muitos golpistas criam sites praticamente idênticos aos de grandes varejistas e prometem descontos para atrair vítimas. Por isso, ao acessar um site, veja se o endereço mostrado na barra de endereços corresponde exatamente ao site que você procura. Procure também pelo já mencionado cadeado. Em caso de dúvida, digite você mesmo o endereço do site na barra do navegador.

Sites falsos também são ameaça

Alguns cibercriminosos não se dão ao trabalho de criar clones de sites famosos. Eles simplesmente montam seus próprios sites de comércio eletrônico e os retiram do ar logo após cometerem os crimes. O usuário até conclui a compra, mas o produto nunca é entregue. O objetivo dos criminosos é apenas obter o número de cartão de crédito e informações pessoais dos visitantes. Por isso, desconfie de sites desconhecidos com promoções fabulosas. 

Procure pelo cadeado

Cadeado identifica sites seguros
Reprodução
Cadeado identifica sites seguros

Uma forma de evitar navegar em sites fraudulentos é procurar pelo símbolo de cadeado verde na barra de endereços do navegador.

Ele indica que o site usa um certificado SSL (Secure Sockets Layer), que é emitido por um conjunto de empresas de segurança. Por isso, se a suposta página da loja não tiver esse cadeado, desconfie.


VEJA TAMBÉM: celulares com tela grande atualmente no mercado



    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.